Felipe Massa comanda dobradinha da Ferrari no Barein

O brasileiro Felipe Massa comandou adobradinha da Ferrari no Grande Prêmio do Barein neste domingo,e seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen tomou a liderança docampeonato das mãos de Lewis Hamilton, da McLaren. A sexta vitória na carreira de Massa deu a ele seusprimeiros pontos na atual temporada da Fórmula 1, no mesmocircuito de Sahkir, no deserto, onde ele mostrou que estava nabriga do título do ano passado, com um triunfo de ponta aponta. O atual campeão mundial Kimi Raikkonen conquistou a 50a.aparição no pódio em sua carreira, o que levou o finlandês,conhecido como "Homem de Gelo", a assumir a liderança docampeonato com 19 pontos, três à frente do alemão NickHeidfeld, da BMW Sauber, depois de três corridas disputadas. Hamilton, seu companheiro de McLaren Heikki Kovaleinen, e opolonês Robert Kubica estão empatados com 14 pontos. O britânico Hamilton teve uma tarde de pesadelo, terminandoem 13o. depois de uma largada lenta e agonizante, o que o levoua ficar atrás de seu ex-companheiro de equipe Fernando Alonso,agora de volta à Renault. A McLaren também perdeu a liderança do campeonato deconstrutores para a BMW Sauber. Kubica terminou em terceiro, depois de ter sido o primeiropiloto da BMW Sauber a largar na pole position de um grandeprêmio, com Heidfeld bem perto, em quarto. Até agora, a BMW Sauber esteve no pódio em todas as trêsprimeiras corridas da temporada, um feito não igualado porFerrari ou McLaren. A equipe tem 30 pontos, contra os 29 daFerrari e os 28 da McLaren. Kovalainen foi o quinto, à frente do italiano Jarno Trulli,da Toyota, e do australiano Mark Webber, da Red Bull. O últimolugar na zona dos pontos foi do alemão Nico Rosberg, daWilliams. Massa liderou desde o início, fazendo uma largada melhorque a de Kubica, e recebeu a bandeira quadriculada 3.3 segundosà frente de Raikkonen. "A corrida foi muito difícil no começo, havia muito óleo napista. Mas durante a corrida o carro estava muito bem e nãotive que forçá-lo até o limite", disse. "Eu tive semanas nãomuito boas, mas a vida é assim", acrescentou, em uma referênciaà pressão que sofreu por não completar as corridas da Austráliae da Malásia. "Não foi a primeira vez e não será a última. Eu tive doisdias ruins nas duas primeiras corridas, mas eu sempre soube queéramos rápidos", disse. Já Raikkonen admitiu ter estado fora de ritmo durante o fimde semana. "Eu queria ter vencido.. Mas estou liderando ocampeonato, e se pudermos conquistar segundos lugares em finsde semana ruins, não ficarei tão desapontado." Kubica disse que foi atrapalhado por um problema de faltade tração na largada e, depois, pelo óleo na pista, e acabouultrapassado por Raikkonen na segunda volta. "É muito bom estar no pódio pela segunda corridaconsecutiva, mas sem os problemas que tive na segunda volta, eupoderia ter disputado melhor a posição com Kimi", disse o poleposition.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.