WERTHER SANTANA/ESTADÃO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO

Felipe Massa confirma ida para Fórmula E: 'Nova fase da minha carreira'

Ex-piloto da F-1 já vinha aventando desde 2016 possibilidade de correr em categoria que só conta com carros elétricos

Estadão Conteúdo

15 Maio 2018 | 13h06

Felipe Massa confirmou nesta terça-feira que disputará a próxima temporada da Fórmula E. Aposentado da Fórmula 1 desde o fim do ano passado, o piloto usou as redes sociais para informar que competirá pela equipe Venturi.

+ Blog do Wagner Gonzalez: A cada rodada Grosjean traça seu destino

+ Confira mais notícias sobre velocidade

+ Veja calendário e classificação da Fórmula 1

"Fala galera, estou muito feliz em anunciar que hoje (terça-feira) dou início a uma nova fase na minha carreira, eu acabo de assinar com a equipe @venturi para correr a próxima temporada da @fiaformulae É um momento muito especial para mim, conto com a torcida de todos vocês que sempre me apoiaram muito", escreveu.

Desde 2016. Massa tinha a intenção de competir na categoria que conta apenas com carros elétricos. O plano acabou adiado devido à extensão do contrato com a Williams para a disputa da Fórmula 1 em 2017. Como a temporada da Fórmula E começa no meio do ano, o brasileiro não teve como pleitear vaga na temporada atual, a 2017/18.

O criador e diretor executivo da Fórmula E, o espanhol Alejandro Agag, revelou em março o interesse em contar com o brasileiro e esperava que a parceria se concretizasse em 2020, quando a competição abrirá mais vagas e terá a entrada de duas novas equipes.

Massa, no entanto, antecipou as expectativas do chefe da categoria e assinou contrato com a Venturi por três temporadas. De acordo com a equipe, ele deve pilotar pela primeira vez o carro no final de maio, como teste para a próxima temporada.

Neste ano, Massa participou como convidado da corrida de duplas da Stock Car, disputada em março, na abertura da temporada. Também informou que poderia participar da Corrida do Milhão da categoria, que está marcada para 8 de agosto.

Mais sobre a Fórmula E. A categoria conta com oito pilotos com passagens pela Fórmula 1, como os brasileiros Nelsinho Piquet e Lucas di Grassi, o alemão Nick Heidfeld, o francês Jean-Eric Vergne, o suíço Sebastien Buemi, entre outros.

A Venturi é uma equipe fundada pelo empresário Gildo Pallanca Pastor em sociedade com o ator norte-americano Leonardo DiCaprio. Atualmente, os dois pilotos da equipe fazem uma campanha ruim.

O suíço Edoardo Mortara ocupa a 11ª colocação na classificação geral, com 29 pontos, e o alemão Maro Engel aparece logo atrás, com 21. A quatro etapas do fim, o líder da atual temporada é o francês Jean-Éric Vergne, com 147 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.