Felipe Massa diz não sentir pressão extra para ser campeão

Piloto, cinco pontos atrás de Hamilton, acredita que qualquer detalhe pode fazer a difença na Fórmula 1

AE, Agencia Estado

16 de outubro de 2008 | 10h32

A pressão para conquistar o título da Fórmula 1 não incomoda Felipe Massa. Vice-líder do Mundial, cinco pontos atrás de Lewis Hamilton a duas provas para o fim da temporada, o brasileiro afirmou que tem de lidar com pressões durante todo o ano, e não apenas nas corridas decisivas."Quando você se torna piloto da Ferrari, existe pressão no início, no meio e no fim da temporada", disse Massa, que defende a escuderia italiana no Mundial desde 2006."Estou me sentindo bem, em uma boa posição para fazer meu trabalho da melhor forma possível e da maneira certa. Espero que possamos atingir nosso objetivo, e é nisso que pensamos no momento", afirmou o brasileiro, que pretende ser mais agressivo nas duas provas finais."Estamos cinco pontos atrás, então não nos podemos colocar na mesma condição de nossos rivais. A diferença não é grande, mas para a Fórmula 1, qualquer detalhe pode fazer a diferença. Por isso, temos de ser precisos", disse o piloto da Ferrari.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.