Mark Baker/AP
Mark Baker/AP

Felipe Massa é o mais rápido no primeiro dia de treinos do GP da China

Com pneu macio, piloto da Ferrari foi o mais veloz em Xangai; ouça a entrevista com o brasileiro

Livio Oricchio, enviado especial, O Estado de S. Paulo

12 de abril de 2013 | 08h45

XANGAI - No primeiro treino livre do GP da China, hoje em Xangai, realizado de manhã, Felipe Massa ficou com a impressão de que poderia ter um fim de semana difícil pela frente. Nessa sessão todos utilizam sempre a opção de pneu mais dura distribuída pela Pirelli. No caso da terceira etapa do campeonato, a média. Os pilotos dispõem, ainda, dos pneus macios.

Mas no treino da tarde, quando depois de cerca de 45 minutos de iniciado as equipes instalam nos seus carros os pneus macios, tudo mudou: "Eu me impressionei. O carro mudou completamente. Fui 2 segundos mais rápido", disse Massa, claro, satisfeito por ter sido o mais rápido no primeiro dia de treinos do GP da China, com o tempo de 1min35s340, à média de 205,8 km/h.

De manhã Massa terminou o a sessão inicial com 1min38s05, apenas o sétimo tempo. O mais veloz foi Nico Rosberg, da Mercedes, com 1min36s717, seguido pelo companheiro, Lewis Hamilton, 1min37s171. Massa ficou, portanto, 1 segundo e 378 milésimos atrás dos melhores. A Mercedes venceu o GP da China do ano passado com Rosberg, depois de ter largado na pole position, com 1min35s121, à média de 206,3 km/h.

"Não estava contente com o carro com os pneus médios", explicou Massa. Ocorre que diferentemente da última etapa, em que a diferença de desempenho entre os pneus duros e médios era pequena, em Xangai é grande. "Eu não imaginava melhorar tanto", explicou o piloto. Mas reconheceu: "Tinha um pouco menos de gasolina". O segundo tempo ficou com Kimi Raikkonen, da Lotus, 1min35s492, a 152 milésimos de Massa.

Ainda que seja apenas treino livre, o resultado não deixa de sugerir que a Ferrari pode obter bom resultado no GP da China. "Nosso ritmo de corrida é muito bom, tanto com o pneus macio como com o médio", comentou Massa. Com elevado volume de gasolina no tanque o carro equipado com pneus médios responde melhor do que com volume menor, como ficou claro de manhã;

"Precisamos entender melhor o carro. Temos coisas novas. Não deu para entender ainda o quanto as novas peças ajudaram." Sobre os pneus, disse: "O desgaste é elevado, em especial dos moles, mas aceitável". A Ferrari introduziu no modelo F138 novo aerofólio dianteiro, assoalho e uma série de pequenos defletores. São mudanças importantes. "Vou ficar feliz mesmo se domingo o resultado for esse".

Fernando Alonso, seu companheiro, registrou o terceiro tempo, 1min35s755, e não falou com a imprensa. E um dos favoritos para ganhar a corrida, domingo, Rosberg, em quarto, 1min35s819. A análise do primeiro dia pode ser lida em texto à parte.

O próximo treino livre será amanhã à meia noite de hoje, no horário de Brasília, 11 horas de sexta-feira no Autódromo Internacional de Xangai. A classificação, às 3 horas. Felipe Massa conversou brevemente com a imprensa de língua italiana, inglesa e portuguesa após os primeiros testes na China. 

Tudo o que sabemos sobre:
velocidadeFórmula 1F-1F1Felipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.