Mark Baker/AP - 8/4/2011
Mark Baker/AP - 8/4/2011

Felipe Massa elogia carro, mas critica pit stops da Ferrari

Brasileiro destacou evolução aerodinâmica e espera melhorar desempenho na próxima corrida

AE, Agência Estado

11 de maio de 2011 | 11h40

MARANELLO - O início de temporada decepcionante de Felipe Massa parece estar deixando o piloto insatisfeito com a Ferrari. Com uma quinta colocação na Malásia como melhor resultado até o momento, o brasileiro reclamou da atuação da equipe em suas paradas no GP da Turquia, no último domingo, quando terminou na 11.ª colocação.

"Sobre as dificuldades no pit stop, eu diria que tive muitas, porque sem elas eu definitivamente teria ficado entre os cinco primeiros. Isso foi frustrante para mim e para a equipe. Praticamos muito o pit stop, mas no domingo não funcionou direito. Teremos que estudar o problema e ser mais consistentes porque em uma parada, em um simples atraso na troca de pneus, você pode perder posições, como aconteceu comigo em Istambul", afirmou.

Massa afirmou que sem os problemas com as paradas teria brigado pelo quarto lugar na Turquia. Mesmo assim, o piloto brasileiro elogiou a evolução do seu carro, após a pausa de três semanas no calendário da Fórmula 1.

"Terminei em 11.º, quando poderia brigar pelo quarto lugar e isto aconteceu por causa dos pit stops ruins. No entanto, olhando pelo lado positivo, as evoluções aerodinâmicas que estreamos nesta corrida definitivamente melhoraram nosso nível de desempenho, como pudemos ver com (Fernando) Alonso assegurando nosso primeiro pódio do ano (com a terceira colocação)", disse.

Com o fraco desempenho no início do ano, Massa está no "segundo pelotão" da Fórmula 1 de 2011. Sexto colocado, com 24 pontos, ele está a 17 do seu companheiro Alonso, quinto no geral, e a 69 do líder do Mundial, o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariFelipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.