Geoff Caddick/EFE - 8/7/2011
Geoff Caddick/EFE - 8/7/2011

Felipe Massa prevê prova difícil e admite já pensar em 2012

Mas piloto da Ferrari acredita que poderá ter boa performance nas etapas que restam no calendário

AE, Agência Estado

21 de setembro de 2011 | 12h50

CINGAPURA - Sexto colocado no Mundial de Pilotos da Fórmula 1, o brasileiro Felipe Massa não vem tendo uma temporada fácil. Com quatro quintas colocações (Malásia, Europa, Inglaterra e Alemanha) como melhores resultados, o piloto da Ferrari não escondeu que considera o GP de Cingapura, que acontece neste domingo, "um dos mais difíceis". Assim, a previsão para este final de semana também não é das melhores.

"Ao invés da iluminação, é o calor que torna esse evento difícil, um dos mais difíceis do calendário. É muito quente e úmido, mesmo com a corrida começando às 20 horas (no horário local), e a prova de Cingapura é a mais longa da temporada. Acho que no ano passado durou um pouco menos do que o limite de duas horas, o que não é fácil de lidar fisicamente", afirmou.

Longe da briga pelo título, Massa acredita que poderá ter uma boa performance nas seis etapas que restam no calendário. Mesmo assim, o brasileiro apontou que, neste momento, o objetivo é acertar o carro para a próxima temporada, quando ele espera voltar a figurar entre os primeiros da tabela.

"Nós temos que lembrar que, neste ponto da temporada, o principal foco da equipe tem que ser o carro de 2012. Então, em termos de desenvolvimento, contando com os ajustes já planejados e introduzidos para estas corrida, o desafio para evolução do carro já foi reduzido", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.