Felipe Massa promete postura agressiva no GP do Japão

Após ter dificuldades no GP da Coreia do Sul, Felipe Massa prometeu adotar postura mais agressiva na corrida a ser disputada no Japão, no fim de semana. O brasileiro quer fazer uma prova mais arriscada em busca de uma vitória que marcaria sua despedida da Ferrari ao fim da temporada.

AE, Agência Estado

10 de outubro de 2013 | 09h56

"Vou adotar uma postura agressiva. Eu fiz isso na última corrida, mas, infelizmente, não deu certo, porque eu rodei. Mas você precisa assumir riscos e vou continuar tentando", diz o brasileiro, que tenta deixar sua marca na equipe em sua despedida.

"É um sonho, mas qualquer coisa é possível. Tudo é possível neste trabalho. Quantos vezes já vimos um piloto vencer uma corrida mesmo sem contar com o melhor carro. Você nunca deve desistir e vou tentar mais uma vitória", afirma. Massa, porém, ressalta que sua trajetória na Ferrari será mais importante do que uma vitória nesta reta final da temporada. "Acho que minha experiência conta mais"

Questionado sobre o GP do Brasil, que encerrará o ano, no fim de novembro, Massa já se diz ansioso para correr diante da torcida. "É sempre uma experiência mais emotiva, ainda mais quando é sua última corrida pela Ferrari. Espero ter uma grande corrida e um bom resultado. Mas, antes disso, espero ir bem nas prova que restam".

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do JapãoMassa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.