Felipe Massa reconhece que sua Ferrari não anda bem na chuva

Ao longo da temporada, o brasileiro viu a McLaren de Lewis Hamilton ter bom desempenho com pista molhada

Milton Pazzi Jr., do estadao.com.br,

30 de outubro de 2008 | 11h14

SÃO PAULO - Felipe Massa não esconde que sua Ferrari sofre com a chuva. Ao longo da temporada 2008, quatro foram as provas com a pista molhada e, apesar de ter vencido nessas condições, no GP da Bélgica, o brasileiro sofreu em todas elas. De quebra, viu a McLaren do seu rival na luta pelo título, o inglês Lewis Hamilton, conseguir bons desempenhos. Veja também:Nelsinho Piquet: 'Fórmula 1 foi mais difícil do que pensava'Massa distribui autógrafos na chegada em Interlagos Lewis Hamilton chega calado em Interlagos  Blog do Livio Oricchio: Notícias e bastidores da F-1  Vote: quem leva o título da F-1: Hamilton ou Massa?  Classificação do Mundial de Pilotos e de Construtores  Das quatro provas disputadas na chuva, Hamilton venceu duas: o GP de Mônaco e o GP da Inglaterra. O inglês ainda teria vencido na Bélgica, mas por uma manobra irregular em cima de Kimi Raikkonen foi punido em 25 segundos e caiu para terceiro. O brasileiro Felipe Massa herdou a vitória. Já em Monza, nem Hamilton, nem Massa, quem subiu no local mais alto do pódio foi o jovem alemão Sebastian Vettel. "Todo mundo sabe que o carro sofre influência de acordo com a temperatura e nosso carro sofre bastante com a chuva", admitiu Massa. "Essa Ferrari gasta pouco pneu em condição normal, esse carro é o sonho de todo projetista", concluiu.  O GP de Mônaco foi a primeira prova da temporada, sexta do calendário, disputada debaixo de chuva. Na ocasião, Massa tinha a liderança quando foi chamado para uma parada nos boxes e a equipe acabou optando por pneus intermediários. A estratégia errada, deu a Massa o rótulo de mau piloto na chuva. "Sempre guiei muito bem na chuva. Em Mônaco inclusive, eu era o mais rápido na pista, antes da parada no pit", lembrou o piloto, muito criticado naquela altura do Campeonato. "Engraçado porque mesmo na chuva ganhei várias corridas no kart e nas categorias de base".  Sobre essas críticas, Felipe Massa desconversa e diz que isso é comum em qualquer esporte. O piloto chegou a dizer até, que a cobrança, por vezes, demasiada, depende do seu relacionamento nos bastidores da Fórmula 1. "Críticas fazem parte do esporte e da relação com a imprensa. É que nem seleção brasileira, perde dois jogos e o técnico cai", brincou Felipe Massa. "Fui subestimado, mas comprovei que tenho qualidade", afirmou o piloto, que neste domingo luta para conquistar o que seria seu primeiro título mundial. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.