Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

Felipe Nasr testa positivo para coronavírus e fica fora de corrida em Daytona

Piloto brasileiro não poderá disputar a prova como medida de prevenção pela doença

Redação, Estadão Conteúdo

03 de julho de 2020 | 12h30

O piloto brasileiro Felipe Nasr testou positivo para o coronavírus e vai ficar fora da corrida da Sports Car, neste sábado, no Daytona International Speedway, na Flórida, nos Estados Unidos. Ele não chegou a ir para o autódromo, não tendo contato com pessoas envolvidas na prova.

A equipe Action Express Racing anunciou nesta sexta-feira que Gabby Chaves substituirá Nasr, com o brasileiro sendo colocado em quarentena em Miami, onde possui residência. O brasileiro explicou que começou a se sentir mal quando dirigia na última quinta-feira para Daytona Beach.

"Eu não estava me sentindo bem. Então, antes de eu ir para a pista ou de me encontrar com minha equipe ou qualquer pessoa, fui e fiz o teste e, infelizmente, testei positivo", disse Nasr, através de um comunicado.

O brasileiro explicou que estava em Miami há cerca de um mês se preparando para a segunda corrida da IMSA na temporada 2020 e que vinha cumprindo as medidas de distanciamento social. "Senti que estava fazendo tudo corretamente", afirmou.

"Estou esperando tanto tempo para este fim de semana voltar às corridas. Espero que eu me recupere rapidamente, e meus médicos possam me liberar para voltar a correr em breve", acrescentou o brasileiro, que competiu na Fórmula 1 nas temporadas 2015 e 2016.

Nasr foi campeão da Sports Car, a categoria de protótipos da IMSA, em 2018 e iria dividir o Cadillac DPi-V.R. número 31 com o também brasileiro Pipo Derani neste sábado. Doente, será substituído pelo colombiano Chaves em Daytona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.