Reprodução/Twitter/FIAFormulaE
Reprodução/Twitter/FIAFormulaE

Félix da Costa fatura prova de abertura da Fórmula E; Massa estreia com 14º lugar

Piloto português que saiu na pole lidera os 45 minutos regulamentares com o carro da BMW i Andretti Motorsport

Estadão Conteúdo

15 Dezembro 2018 | 12h14

O português António Félix da Costa venceu a primeira etapa do Mundial 2018/2019 de Fórmula E, disputada neste sábado, na Arábia Saudita. Na liderança após os 45 minutos regulamentares, o piloto deu mais uma volta no circuito e garantiu o triunfo com o carro da BMW i Andretti Motorsport.

Pole position no circuito em Al-Diriyah, Félix da Costa conseguiu administrar a vantagem na ponta e não foi incomodado. Atual campeão, o francês Jean-Éric Vergne, da Techeetah, conseguiu ganhar posições depois de largar em quinto e terminou a prova na segunda posição, seguido do belga Jérôme d'Ambrosio, da Mahindra Racing.

Estreante na categoria, Felipe Massa, da Venturi Fórmula E Team, largou em 12º lugar e terminou em 14º, fora da zona de pontuação. Ele acabou também recebendo uma punição relativa ao consumo de energia do seu carro, mas disse não ter entendido o motivo para a penalidade, na qual ele foi obrigado a fazer uma parada nos boxes.

"Honestamente, nem sei qual o motivo do meu drive-through. Estava fazendo minha corrida, passei vários carros. Fico triste de não conseguir um bom resultado nesse meu primeiro eP (prova). No fim, fiz tudo bem tirando essa punição, que não sei de onde veio", disse o experiente ex-piloto de Fórmula 1.

Entre os demais brasileiros do grid, Lucas Di Grassi, da Audi Sport ABT Schaeffler, marcou dois pontos por chegar na nona posição, enquanto Nelsinho Piquet, da Panasonic Jaguar Racing, marcou um ponto porque chegou em décimo.

Félix da Costa sai da etapa com a liderança da atual temporada da Fórmula E, com 28 pontos - 25 pela vitória e três pela pole. Integrantes do pódio, Vergne e D'Ambrosio somam 18 e 15, respectivamente. O neozelandês Mitch Evans, da Panasonic Jaguar Racing, ganhou 12 pontos pela quarta colocação, enquanto o alemão André Lotterer, da Techeetah, tem 11 - dez pontos ganhos por causa do quinto lugar mais um somado porque fez a volta mais rápida da prova.

A próxima etapa do campeonato vai acontecer em Marrakesh, no Marrocos, no dia 12 de janeiro. Ao todo, serão disputadas 13 provas em 12 fins de semana, uma vez que serão disputadas duas corridas em Nova York, nos Estados Unidos, para fechar a temporada, em julho.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.