Edgar Su / Reuters
Edgar Su / Reuters

Fernando Alonso confirma participação nas 24 Horas de Daytona de 2018

Piloto espanhol já viveu experiência fora da Fórmula 1 neste ano, correndo na Indy

Estadão Conteúdo

26 Outubro 2017 | 15h22

Fernando Alonso vai participar da edição de 2018 das 24 Horas de Daytona. Nesta quinta-feira, a equipe United Autosports anunciou que o dono de dois títulos mundiais de Fórmula 1 vai compartilhar o Ligier JS P217 com Lando Narris, piloto de desenvolvimento da McLaren e campeão da Fórmula 3 Europeia, e Phil Hanson na tradicional corrida.

+ Privatização de Interlagos mantém indefinição sobre GP do Brasil de F-1

As 24 Horas de Daytona vão ser disputadas em 27 e 28 de janeiro, com a realização de treinos entre os dias 5 e 7. O período da corrida e sua preparação é, portanto, antes mesmo da Fórmula 1 iniciar os seus testes coletivos da pré-temporada. A prova é uma das mais tradicionais de endurance do automobilismo e também será a primeira de Alonso com um protótipo de carro esportivo.

Alonso segue envolvido na Fórmula 1, tanto que renovou o seu contrato com a McLaren para a próxima temporada. Mas o espanhol teve uma experiência fora da categoria neste ano, tendo participado das 500 Milhas de Indianápolis. E também já indicou interesse em disputar as 24 Horas de Le Mans.

"Aprender sobre uma categoria completamente nova, me adaptar a um carro diferente e a outro estilo de condução e tudo o que isso envolve, é um novo desafio para mim e mal posso esperar para me testar novamente como piloto. As 24 Horas de Daytona é a corrida de resistência norte-americana mais icônica e uma das grandes corridas do mundo", disse Alonso.

O espanhol acredita que a participação na prova vai ajudar no seu desenvolvimento como piloto, além de ter indicado que pode servir como teste para as 24 Horas de Le Mans, que forma a tríplice coroa do automobilismo com o GP de Mônaco e as 500 Milhas de Indianápolis. Alonso também celebrou a chance de voltar a competir nos Estados Unidos.

"Não é parte da tríplice coroa, mas, como sempre disse, meu objetivo é ser um piloto completo e essa experiência me ajudará na preparação para qualquer outra corrida de resistência em que eu possa participar. Antes de ir para Indianápolis, eu nunca tinha conduzido em um oval, agora eu sei o que é um oval e como lidar com isso. Estou ansioso para voltar e correr na América. Depois do excelente momento que tive durante o mês de maio para as 500 Milhas de Indianápolis, estou ansioso para participar de outra corrida lendária que irá trazer de volta todas as sensações incríveis que os fãs dos EUA me deram", disse.

Alonso também apontou que a data das 24 Horas de Daytona, no período de férias da Fórmula 1, lhe pareceu conveniente para definir a sua presença. "Esta corrida acontece em um momento conveniente, em janeiro, quando nossa temporada da F1 não começou e estamos trabalhando principalmente em nossa preparação física", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.