Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Fernando Alonso elogia 'reação' de carro após mudanças da Ferrari

Espanhol terminou o dia na liderança em semana de testes na pré-temporada da F-1

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 15h42

BARCELONA - Depois de terminar na liderança o terceiro e último dia de sua primeira semana de testes na pré-temporada da Formula 1, Fernando Alonso comemorou, nesta quinta-feira, o fato de as mudanças promovidas pela Ferrari no novo carro da equipe terem surtido o efeito desejado por ele no circuito da Catalunha, em Barcelona. Antes, o espanhol acumulou um terceiro lugar na terça-feira e ficou na quinta posição no dia seguinte na pista catalã.

O melhor entendimento do uso dos novos pneus da F-1 também foi elogiado pelo bicampeão mundial, que apontou um bom rendimento do modelo F138 mesmo em condições consideradas não ideais para os compostos na parte da manhã dos testes desta quinta, quando o tempo estava mais frio do que na parte da tarde.

"Hoje (quinta) nos concentramos na comparação dos compostos, começando com o macio e passando para o duro à tarde. A pista estava mais fria que ontem (quarta), especialmente pela manhã, o que tornou mais difícil adaptar o carro e encontrar o nível certo de aderência", disse Alonso, para em seguida elogiar os acertos implementados pela Ferrari no seu carro.

"Nós tentamos várias configurações aerodinâmicas e pela primeira vez nós fizemos algumas mudanças para conseguir um bom entendimento do comportamento dos pneus e degradação. Com cada mudança que fizemos, o carro reagiu como eu esperava e isso foi útil para testar diferentes acertos, especialmente para entender em qual direção nós precisamos ir na próxima semana, quando haverá uma maior ênfase no desempenho", enfatizou, se referindo aos testes que ocorrerão novamente em Barcelona, entre 28 de fevereiro e 3 de março, que serão os últimos da pré-temporada da F1.

Alonso ainda ressaltou que a melhor utilização possível dos novos pneus da Pirelli será "um dos aspectos cruciais" para a Ferrari ter sucesso neste Mundial da categoria, assim como já aconteceu no ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.