Toru Hanai/Reuters
Toru Hanai/Reuters

Fernando Alonso evita pensar em ganhar o título já no Brasil

Espanhol lembra que foi bicampeão mundial em Interlagos, mas não espera repetir a história

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 19h26

MARANELLO - Depois de vencer três das quatro últimas corridas da temporada da Fórmula 1, Fernando Alonso assumiu a liderança do campeonato. Assim, ele pode ser campeão antecipado no GP do Brasil, a penúltima etapa do calendário, que acontece no dia 7 de novembro, em São Paulo. Mas o piloto espanhol da Ferrari evita pensar na conquista do título já em Interlagos - depois, ainda haverá prova em Abu Dabi.

"Tenho grandes recordações de Interlagos, porque foi lá que conquistei meus dois títulos, em 2005 e 2006 (ambos pela Renault). Cada vez que vou a São Paulo é um sensação especial. Mas não penso nas chances dessa história se repetir pela terceira vez: sei que existe uma possibilidade teórica, mas não conto com isso", revelou Alonso, em texto publicado no seu blog no site da Ferrari.

Alonso lidera o campeonato com 231 pontos e pode ser campeão no Brasil se acontecer uma combinação de resultados. Seu principal adversário na luta pelo título é o australiano Mark Webber, da Red Bull, que está com 220 pontos. Mas outros três pilotos estão na briga: o inglês Lewis Hamilton (McLaren) tem 210, o alemão Sebastian Vettel (Red Bull) tem 206 e o inglês Jenson Button (McLaren) tem 189.

Mas o experiente piloto espanhol trata de manter o foco na disputa da prova, sem se abalar com a possibilidade de título. "Queremos disputar o GP da mesma maneira que todos os outros, concentrados no nosso trabalho, com os pés no chão, sem cometer erros e tentando bater nossos rivais", afirmou Alonso, que diz ignorar as contas para ser campeão já no Brasil. "Vamos fazer a matemática só em Abu Dabi."

Ao comentar sobre a disputa do GP do Brasil, Alonso lembrou que costuma ser uma "corrida excitante". "Isso é causado pelas características da pista, mas também pelo clima bastante instável", explicou o espanhol. Segundo ele, qualquer erro no circuito de Interlagos pode ser fatal. "Precisamos fazer tudo perfeitamente", avisou o bicampeão da Fórmula 1, que caminha para conquistar o tri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.