Romeo Gacad/AFP
Romeo Gacad/AFP

Fernando Alonso lamenta erro no começo e entrada do safety car

Piloto espanhol da Ferrari fica apenas na quarta colocação, mas celebra competitividade da escuderia, diante dos líderes da F1

Estadão Conteúdo

21 Setembro 2014 | 15h17

O espanhol Fernando Alonso avaliou que seu resultado no GP de Cingapura de Fórmula 1, neste domingo, poderia ter sido diferente. Segundo o piloto da Ferrari, um erro no início da corrida, quando passou reto em uma curva e precisou devolver a posição, e a entrada do safety car na 32ª volta, por causa do choque de Adrian Sutil em Sergio Perez, prejudicaram sua performance.

"Às vezes, o safety car ajuda, mas hoje não tivemos sorte, pois, naquele momento, estávamos brigando pela segunda posição", disse Alonso, que terminou em quarto lugar e poderia ter subido ao pódio em Cingapura - a vitória foi do inglês Lewis Hamilton, da Mercedes. "Mesmo assim, estou feliz com este fim de semana, porque fomos competitivos e pudemos brigar com os líderes."

Já o outro piloto da Ferrari, o finlandês Kimi Raikkonen, revelou que a corrida foi "frustrante". Ele afirmou que teve perda de performance ao se aproximar do brasileiro Felipe Massa e, então, se viu "atrás de uma Williams pelo resto da prova". "Não estou feliz, mas, do lado positivo, vimos melhorias neste fim de semana. Se não tivermos mais problemas, as coisas vão melhorar", disse o oitavo colocado em Cingapura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.