James Moy/EFE
James Moy/EFE

Fernando Alonso largará em segundo lugar no grid das Seis Horas de Silverstone

Piloto espanhol corre pela equipe Toyota junto com Sebastien Buemi e Kazumi Nakajima

Estadão Conteúdo

18 Agosto 2018 | 09h28

O espanhol Fernando Alonso conseguiu o segundo lugar no treino classificatório das Seis Horas de Silverstone. O bicampeão da Fórmula 1 corre pela Toyota TS050-Hybrid junto com o piloto suíço Sebastien Buemi e o japonês Kazuki Nakajima. A prova será às 8h (de Brasília) deste domingo.

A disputa no lendário circuito da Inglaterra será a terceira prova do Mundial de Endurance na qual Alonso e sua equipe estão na liderança. A Toyota TS050 venceu as 24h de Le Mans e também as Seis Horas de Spa-Francorchamps.

Alonso disputou o classificatório junto com Nakajima e a dupla ficou atrás apenas do outro carro da Toyota, do inglês Mike Conway e do argentino José María López - o terceiro componente da equipe é o japonês Kamui Kobayashi. A equipe SMP Racing, que tem o francês Stephan Sarrazine e o russo Egor Orudzhev, garantiram o terceiro lugar no grid.

A etapa não contará com o brasileiro Bruno Senna. Na sexta-feira, ele sofreu um acidente no primeiro treino livre e acabou fraturando o tornozelo direito. Agora ele vive a expectativa de se recuperar a tempo para a próxima etapa, as 6 Horas de Fuji, em 13 de outubro.

Também na sexta-feira, a organização do Mundial de Endurance anunciou o calendário da temporada 2019/2020. A principal novidade será o retorno das 6 Horas de São Paulo, que estava fora da disputa desde 2014. A etapa brasileira será quinta da temporada, ocorrerá no autódromo de Interlagos e acontecerá em 1º de fevereiro de 2020.

Alonso volta às pistas após anunciar na última terça-feira que não disputará a temporada 2019 da Fórmula 1. O piloto agradeceu a McLaren, sua atual equipe, e deixará a competição após 17 anos de disputa, com dois títulos mundiais, em 2005 e em 2006.

Mais conteúdo sobre:
Fernando Alonso Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.