Andrej Isakovic / AFP
Andrej Isakovic / AFP

Fernando Alonso revela planos para futuro: 'Fórmula 1, rali ou Fórmula Indy'

Com a promessa de competir alto nível, espanhol mantém a possibilidade de voltar à principal categoria do automobilismo

Redação, Estadão Conteúdo

18 de maio de 2020 | 15h02

Bicampeão mundial de Fórmula 1, o piloto espanhol Fernando Alonso revelou nesta segunda-feira os seus planos para a próxima temporada, que não deve sofrer mais com os impactos da pandemia do novo coronavírus. E eles podem ser a sua volta à categoria máxima do automobilismo ou a outras duas que já possui experiência: provas de rali ou Fórmula Indy.

"O meu próximo desafio será em uma categoria do automobilismo de alto nível. Seja na Fórmula 1, rali ou Fórmula Indy", disse Alonso em uma entrevista por videoconferência, nesta segunda-feira, promovida pela Escola Universitária Real Madrid-Universidad Europea.

Detentor dos títulos de 2005 e 2006 - ambos com a Renault - na Fórmula 1, com 32 vitórias no total, Alonso deixou a categoria em 2018. Ele se aventurou na Fórmula Indy, ao participar da edição de 2017 das 500 Milhas de Indianápolis, e em provas de rali pela Toyota como o Rally Dakar, neste ano na Arábia Saudita, e o Mundial de Rally.

"A busca por desafios e opções para o próximo ano é algo que tenho em mente desde o final de 2019, quando decidi me meter na aventura de disputar o Rally Dakar. Foi um risco e uma experiência que repetirei no futuro", afirmou o espanhol. "Tenho um bom nível físico e motivacional. O Dakar pode ser daqui uns anos e agora posso me concentrar em uma categoria de alto nível como a Fórmula 1, Mundial de Rali ou Fórmula Indy", prosseguiu.

Também nesta segunda-feira, o empresário italiano Flavio Briatore, que cuida da carreira de Alonso, deixou claro que a possibilidade de o bicampeão mundial retornar para a Fórmula 1 é cada vez maior. "Fernando está motivado. Um ano fora da Fórmula 1 fez bem a ele. Ele se desintoxicou e eu o vejo mais sereno e pronto para voltar", revelou em entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.