Divulgação/Ferrari
Divulgação/Ferrari

Ferrari admite que não deu carro competitivo a Fernando Alonso

Stefano Domenicali, porém, afirma que problemas devem ser discutidos internamente

AE, Agência Estado

23 de outubro de 2013 | 14h45

NOVA DÉLHI - O chefe da equipe Ferrari, Stefano Domenicali, lamentou nesta quarta-feira que a escuderia não tenha conseguido dar um carro competitivo o suficiente para permitir a Fernando Alonso conquistar o terceiro título mundial da sua carreira. Na Ferrari desde 2010, o piloto espanhol ainda não conseguiu repetir os resultados que teve pela Renault, equipe em que foi campeão em 2005 e 2006, e sempre foi batido pelo alemão Sebastian Vettel, da Red Bull.

Em 2010 e 2012, Alonso esteve perto da conquista, mas acabou ficando com o vice-campeonato. "Se em quatro anos nós estivemos duas vezes perto do título, o crédito é seu também. Infelizmente, não estivemos em condições de dar o carro adequado para o seu talento", disse Domenicali durante encontro com torcedores da Ferrari, promovido pelo jornal esportivo italiano Gazzetta dello Sport.

O Mundial de Pilotos de 2013 ainda não está definido, mas Vettel está muito próximo da conquista do tetracampeonato, pois tem 90 pontos de vantagem faltando quatro corridas para o encerramento do campeonato. Assim, o alemão só precisa de um quinto lugar no GP da Índia para faturar mais um título nesse fim de semana.

A dificuldade da Ferrari de acompanhar o ritmo da Red Bull provocou queixas públicas de Alonso. Apesar dos elogios e de reconhecer o talento do espanhol, Domenicali destacou que os problemas da equipe devem ser resolvidos sempre internamente. "Se tenho qualquer coisa a dizer a Alonso, como com os meus engenheiros, o faço, inclusive severamente, entre as quatro paredes da Ferrari. No entanto, do lado externo, defenderei sempre a equipe", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.