Divulgação/Ferrari
Divulgação/Ferrari

Ferrari anuncia que Charles Leclerc testou positivo para o novo coronavírus

Piloto tem sintomas leves e vai cumprir a quarentena em Mônaco enquanto aguarda liberação médicas

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2021 | 12h15

O piloto Charles Leclerc, da Ferrari, testou positivo para a covid-19. A equipe italiana de Fórmula 1 anunciou nesta quinta-feira o diagnóstico positivo da doença para o monegasco, que apresentou sintomas leves e está se recuperando em casa. Leclerc tem sido examinado rotineiramente pela equipe e a confirmação do caso veio após o exame da última quarta-feira.

Segundo comunicado da Ferrari, Leclerc comunicou a escuderia logo após receber o diagnóstico e avisou também pessoas próximas com quem esteve em contato nos dias anteriores. O piloto vai cumprir a quarentena isolado em casa, em Mônaco, sob monitoramento dos médicos e depois estará liberado para outras atividades, como o trabalho na fábrica, em Maranello.

A Fórmula 1 registrou no ano passado dois casos de covid-19 entre pilotos. O mexicano Sérgio Pérez, então na Racing Point, e o inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, tiveram a doença e precisaram até mesmo ficarem afastados de algumas provas como medida de prevenção. Neste ano, foi a vez do inglês Lando Norris, da McLaren, testar positivo para covid-19. O piloto continua em quarentena.

A temporada 2021 da Fórmula 1 começa no dia 28 de março no Bahrein. Inicialmente o campeonato teria início uma semana antes, na Austrália, mas a data foi alterada justamente por causa de uma política de prevenção do país da Oceania para frear a pandemia com um controle maior da entrada de estrangeiros. Leclerc terá na Ferrari neste ano um novo companheiro, o espanhol Carlos Sainz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.