Caren Firouz/Reuters - 11/3/2010
Caren Firouz/Reuters - 11/3/2010

Ferrari chega a Melbourne como favorita após dobradinha

Embora o potencial das rivais Red Bull, McLaren e Mercedes seja semelhante, a equipe italiana deixou a impressão no Bahrein de que tem o carro mais completo do momento

EFE

24 de março de 2010 | 16h06

Com o espanhol Fernando Alonso e o brasileiro Felipe Massa nos dois lugares mais altos do pódio na primeira prova do Mundial de Fórmula 1 deste ano, no Bahrein, a Ferrari chega à Austrália neste fim de semana como grande favorita a vencer a corrida no circuito de rua de Albert Park.

Embora o potencial das rivais Red Bull, McLaren e Mercedes seja semelhante ao da escuderia italiana, a Ferrari deixou a impressão de que tem o carro mais completo do momento, e conta com dois pilotos favoritos ao título.

O único problema no GP de abertura do campeonato aconteceu justamente no sistema de refrigeração do motor do carro do brasileiro, mas a equipe garante ter chegado a uma solução.

Além disso, as temperaturas na Austrália deverão ser mais baixas do que as registradas no Bahrein, e há inclusive a possibilidade de chuva.

Outro problema que prejudicou um candidato em potencial à vitória no último GP foi o de uma vela da Red Bull de Sebastian Vettel, que havia feito a pole e dominava a corrida, mas acabou perdendo posições e terminou em quarto lugar.

Por sinal, o jovem alemão, de 22 anos, tentará na Austrália dar o "troco" em seu companheiro de equipe, Mark Webber, que em 2009 venceu o GP da Alemanha. Neste ano, Vettel quer levar a melhor na casa do australiano.

"No ano passado, estive perto de vencer aqui e vou tentar novamente neste ano", afirmou o atual vice-campeão mundial em entrevista ao site Autosport.

Em um ano cheio de favoritos ao título, os demais destaques para a corrida em Melbourne são os ingleses Lewis Hamilton e Jenson Button, ambos da McLaren, e os alemães Michael Schumacher e Nico Rosberg, da Mercedes.

Além de Massa, três brasileiros estarão no grid. Rubens Barrichello, da Williams, espera voltar a pontuar, após o décimo lugar na primeira prova. Lucas di Grassi e Bruno Senna, que tiveram estreias decepcionantes respectivamente pelas novas equipes Virgin e HRT (Hispania), tentarão mostrar um melhor rendimento, se seus carros permitirem.

FÓRMULA 1 2010 - GP DA AUSTRÁLIA

PROGRAMAÇÃO

Treino livre 1 - Quinta-feira, 22h30

Treino livre 2 - Sexta-feira, 2h30

Treino livre 3 - Sábado, meia-noite

Grid de largada - Sábado, 3 horas

Corrida - Domingo, 3 horas

Obs.: horários de Brasília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.