Ferrari, com Raikkonen, domina e vence o GP da Espanha

Finlandês domina prova desde a largada e ganha pela 2.ª vez no ano; Massa é segundo; Kovalainen bate forte

Tercio David, estadao.com.br

27 de abril de 2008 | 10h43

Mostrando que realmente não tem adversários na disputa pelo título, a Ferrari dominou completamente o GP da Espanha deste domingo. Bom para Kimi Raikkonen, que largou na pole e venceu a prova em Barcelona sem ser ameaçado. Felipe Massa completou a festa do time italiano, terminando em segundo. Lewis Hamilton, da McLaren, completou o pódio, em terceiro a corrida marcada pelo forte acidente de Heikki Kovalainen (Renault).  Veja também: Classificação do Mundial de Pilotos e de Construtores GP da Espanha Kovalainen é levado a hospital após acidente na Espanha  Barrichello culpa acidente com Fisichella pelo abandono  F-1: Confusão no box custa o sexto lugar para Trulli  Raikkonen diz que Safety Car poderia ter mudado a corrida  Para Massa, GP da Espanha foi decidido na classificação  Com a vitória, Raikkonen chega a 29 pontos e lidera o campeonato, contra 20 do vice-líder Hamilton, 19 de Robert Kubica (BMW-Sauber), o terceiro, e 18 de Massa, em quarto. A Ferrari retomou a liderança entre as equipes, com 47 pontos, contra 35 da BMW-Sauber. Logo na primeira volta, uma batida envolvendo Adrian Sutil (Force India) e Sebastian Vettel (Toro Rosso) provocou a entrada do Safety Car. Mesmo assim, deu tempo para Massa ganhar uma posição. Na largada, o brasileiro partiu bem e passou Fernando Alonso (Renault), ficando atrás apenas de Raikkonen.  A partir daí, as Ferraris fizeram uma corrida a parte, só deixando as primeiras posições nos intervalos para as paradas de box, sempre com Raikkonen à frente de Massa, que ainda teve cabeça para terminar na segunda posição. Outro que teve uma boa prova foi Hamilton, que largou em quinto, mas rapidamente ascendeu à terceira posição, antes da 11.ª volta, e lá ficou até o final da corrida, funcionando como 'escolta' das Ferraris. Bernat Armangue/ReutersACIDENTEO acidente mais sério da corrida aconteceu na volta 12, quando Kovalainen - então líder por conta do intervalo das paradas de box - saiu da pista e bateu de frente na barreira de pneus, a mais de 200 km/h, numa batida semelhante àquela que quebrou a perna de Michael Schumacher, na Inglaterra, em 1999. A preocupação maior aconteceu porque o carro entrou por baixo da barreira de pneus, deixando o piloto preso por alguns minutos. O piloto foi retirado do carro consciente e encaminhado para um hospital local para exames mais apurados. No total, foram 13 minutos com o safety car na pista. BRASILEIROSNelsinho Piquet (Renault) manteve a 10.ª na largada, mas escapou da pista na quinta volta e caiu para 18.º. Duas voltas mais tarde, o brasileiro tentou ultrapassar Sebastian Bourdais (Toro Rosso), os dois se tocaram e abandonaram, ambos, com as suspensões quebradas. Igualando a marca recorde de 256 GPs do italiano Riccardo Patrese, Rubens Barrichello fazia uma corrida discreta, andando entre os 12 primeiros, até que, na volta 26, ainda com bandeira amarela pelo acidente de Kovalainen, o piloto da Honda bateu com Giancarlo Fisichella (Force India) dentro do box. Pior para o brasileiro, que quebrou a asa dianteira e teve de retornar para reparar o carro na passagem seguinte. Dez voltas mais tarde, Barrichello entrou no box novamente, mas agora para abandonar. PRÓXIMAA próxima etapa da Fórmula 1 acontece no dia 11, com o GP da Turquia, em Istambul, onde Massa venceu as duas corridas. Classificação da prova:1.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 66 voltas completadas, em 1h38min19s051 2.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 3s228 3.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), a 4s187 4.º - Robert Kubica (POL/BMW Sauber), a 5s694 5.º - Mark Webber (AUS/RBR Renault), a 35s938 6.º - Jenson Button (ING/Honda), a 53s010 7.º - Kazuki Nakajima (JAP/Williams), a 58s244 8.º - Jarno Trulli (ITA/Toyota), a 59s435 9.º - Nick Heidfeld (ALE/BMW Sauber), a 1min03s073 10.º - Giancarlo Fisichella (ITA/Force India), a 1 volta 11.º - Timo Glock (ALE/Toyota), a 1 volta 12.º - David Coulthard (ING/Red Bull), a 1 volta13.º - Takuma Sato (JAP/Super Aguri), a 1 volta AbandonosNico Rosberg (ALE/Williams-Toyota), 41 voltas completadasFernando Alonso (ESP/Renault), 34 Rubens Barrichello (BRA/Honda), 34 Heikki Kovalainen (FIN/McLaren-Mercedes), 21 Anthony Davidson (ING/Super Aguri-Honda), 8 Sebastien Bourdais (FRA/Toro Rosso-Ferrari), 7 Nelson Piquet (BRA/Renault), 6 Sebastian Vettel (ALE/Toro Rosso-Ferrari), 1Adrian Sutil (ALE/Force India-Ferrari), 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.