Luca Bruno/AP
Luca Bruno/AP

Ferrari confirma Raikkonen como substituto de Massa

Piloto finlandês fecha contrato com escuderia italiana pelas duas próximas temporadas

AE, Agência Estado

11 de setembro de 2013 | 09h48

MARANELLO - Um dia depois de Felipe Massa confirmar que irá deixar a Ferrari ao final desta temporada da Fórmula 1, a escuderia italiana anunciou nesta quarta-feira que Kimi Raikkonen será o substituto do brasileiro a partir de 2014. Por meio de comunicado oficial, a equipe informou que entrou em acordo para contar com o piloto finlandês pelas duas próximas temporadas da maior categoria do automobilismo.

Desta forma, Raikkonen deixará a Lotus após o término deste campeonato de 2013 e voltará a guiar pelo time no qual se sagrou campeão mundial em 2007. Ao confirmar a contratação do piloto, a Ferrari também deixou claro que o finlandês chegará para ser companheiro de Fernando Alonso nas duas próximas temporadas.

Ou seja, a Ferrari passará a contar com uma dupla de grande peso no grid da Fórmula 1 a partir de 2014 e afastou qualquer especulação em relação a uma possível saída de Alonso. Dono de dois títulos mundiais, o espanhol deverá travar uma luta árdua com o futuro parceiro pelo posto de principal piloto da equipe no próximo Mundial.

Raikkonen, que completará 34 anos de idade no próximo mês, andou pela Ferrari anteriormente nas temporadas de 2007, 2008 e 2009, depois de cinco anos consecutivos pilotando pela McLaren. Depois do título de 2007, o finlandês terminou os Mundiais seguintes na terceira e na sexta posições, respectivamente, para depois ficar dois anos fora da F1.

Ele retornou à categoria em 2012, e já mostrou força ao terminar o campeonato do ano passado na terceira posição, guiando pelo Lotus, pela qual hoje ocupa a quarta posição do Mundial, atrás apenas do líder Sebastian Vettel, da Red Bull, do vice-líder Alonso e de Lewis Hamilton, da Mercedes.

Juntos, Alonso e Raikkonen contabilizam um total de 52 vitórias na Fórmula 1. E foi com o finlandês, por sinal, que a Ferrari ganhou o seu último título mundial. O espanhol esteve próximo de acabar com o reinado de Vettel nas últimas temporadas, mas o alemão acabou ficando com o título em 2010, 2011 e 2012.

Na primeira vez que foi contratado pela Ferrari, Raikkonen chegou para substituir Michael Schumacher, e logo na primeira temporada pela equipe italiana alcançou o título. Antes disso, em 2005, foi segundo colocado do Mundial pela McLaren na temporada em que Alonso se sagrou campeão pela primeira vez, correndo pela Renault. Agora, porém, o finlandês e o espanhol terão de dividir a condição de favoritos ao título como companheiros de equipe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.