Marcelo Sayão/Efe - 22/11/2012
Marcelo Sayão/Efe - 22/11/2012

Ferrari contrata De La Rosa e apresenta carro no dia 1º

Equipe italiana prepara evento para fevereiro e confirma espanhol como piloto reserva

O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2013 | 09h38

MADONNA DI CAMPIGLIO - A Ferrari fez dois anúncios importantes nesta quarta-feira, em Madonna di Campiglio, onde realiza o seu evento anual de inverno na Itália. A escuderia confirmou a contratação do veterano piloto espanhol Pedro de la Rosa, de 41 anos, para trabalhar no desenvolvimento do simulador da equipe para esta temporada. Para completar, oficializou que a apresentação do seu novo carro para a Fórmula 1 de 2013 acontecerá no próximo dia 1.º de fevereiro, em sua fábrica em Maranello.

As novidades foram reveladas nesta quarta pelo chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, que passará a trabalhar ao lado de La Rosa neste ano após o espanhol ter disputado o Mundial de 2012 pela Hispania e atuado anteriormente como piloto de testes da McLaren por oito temporadas.

Na Ferrari, o veterano irá atuar lado a lado com os seus compatriotas Fernando Alonso e Marc Gene, este último piloto também trabalhando no desenvolvimento dos carros da escuderia italiana. E De La Rosa espera poder colaborar de forma produtiva com a experiência de quem já disputou 107 corridas na Fórmula 1, por Arrows, Jaguar, McLaren, Sauber e finalmente pela Hispania, além de ter atuado entre 2003 e 2009 e em 2011 como testador da McLaren.

Atual vice-campeão mundial, Alonso já trabalhou anteriormente com De La Rosa em 2007, quando foi piloto titular da McLaren, e agora espera ter uma parceria vencedora com o compatriota após uma passagem rápida e frustrante pela escuderia inglesa.

Ao comentar a contratação do veterano piloto, Domenicali enfatizou que será importante contar com a ajuda do espanhol diante da necessidade de evolução do carro da Ferrari em relação à temporada passada, na qual o monoposto da escuderia foi muito criticado. O próprio Luca de Montezemolo, presidente da Ferrari, cobrou um modelo mais rápido e competitivo após o término do Mundial de 2012, no qual o alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, se sagrou tricampeão.

"A contratação de Pedro é importante porque teremos de dar um salto de qualidade", ressaltou Domenicali, para depois destacar que o espanhol "é a pessoa ideal" para a função que irá desenvolver. "Ele reúne os valores que defendemos nesta equipe e o entusiasmo que demonstrou durante os últimos dias é louvável", completou.

Agora com De La Rosa entre os seus integrantes, a Ferrari irá apresentar o seu novo carro para a Fórmula 1 de 2013 apenas quatro dias antes do início dos primeiros testes coletivos de pré-temporada, marcados para acontecer entre 5 e 8 de fevereiro, em Jerez de da Frontera, na Espanha.

A Ferrari também se tornou nesta quarta-feira a quinta equipe a confirmar a data de apresentação do seu novo carro na F1. A McLaren será a primeira a exibir o modelo de 2013, no dia 31 de janeiro, seguida por Force India e a própria escuderia italiana no 1.º de fevereiro, Sauber no dia 2 e Red Bull no dia 3.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariPedro de la Rosa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.