Ferrari descobre vazamento indevido de ar em seus carros

Uma falha nas válvulas seria o motivo das quebras com Fernando Alonso neste começo de temporada

EFE

23 de abril de 2010 | 16h10

A Ferrari, equipe do brasileiro Felipe Massa na Fórmula 1, localizou o problema que afeta seus carros e que aparentemente já provocaram duas quebras de motor ao espanhol Fernando Alonso: uma falha nas válvulas, que deixam escapar mais ar que o devido.

Segundo informações da revista alemã Auto, Motor und Sport, essa seria a causa de Alonso já ter duas panes neste início de temporada, em apenas quatro corridas.

De acordo com a publicação, os técnicos da Ferrari localizaram a raiz do problema, o superaquecimento derivado dessa fuga de ar, algo que não é novidade na escuderia, porque já ocorria em 2009, mas que agora se agravou como consequência da nova regulamentação para o reabastecimento.

Na temporada anterior, o tempo de parada nos boxes era suficiente para sanar o problema de falta de ar. Mas, agora, esse tempo foi reduzido, pois só há a necessidade de trocar os pneus e, com isso, o superaquecimento não pode ser evitado.

Segundo a revista alemã, a equipe italiana estuda pedir permissão à FIA para poder substituir seus motores, alegando problemas técnicos gerais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.