Srdjan Suki/EFE - 10/09/2010
Srdjan Suki/EFE - 10/09/2010

Ferrari diz que não pode errar em momento crucial na F-1

Chefe da escuderia, Stefano Domenicali quer 'pacote perfeito' para garantir Alonso na briga pelo título

AE, Agência Estado

27 de setembro de 2010 | 12h24

As vitórias de Fernando Alonso nas duas últimas corridas da Fórmula 1 deixaram a Ferrari em alerta para as últimas corridas da temporada 2010. Chefe da equipe italiana, Stefano Domenicali acredita que as quatro últimas corridas serão decisivas e, por isso, qualquer erro deixará o espanhol fora da luta pelo título do Mundial de Pilotos.

"Este é o momento crucial da temporada. Precisamos ficar muito calmos e estamos ansiosos para chegar no Japão com o pacote perfeito em termos de carro, em termos de preparação dos pilotos e também para a equipe, porque se você cometer erros, pagará muito", disse Domenicali, em entrevista ao site da revista Autosport.

O dirigente afirmou que a principal preocupação será com a confiabilidade do carro para que a situação enfrentado por Felipe Massa no treino de classificação do GP de Cingapura não ocorra. O piloto brasileiro teve problemas na caixa de câmbio e largou da última colocação.

"Com certeza, é importante para nós trabalhamos muito duro sobre a confiabilidade, pois como um time pagamos um preço alto neste fim de semana. O carro parece ser melhor em termos de desempenho geral também neste tipo de pista", comentou Domenicali, lamentando a dificuldade enfrentada por Massa.

Com a segunda vitória seguida, Alonso chegou aos 191 pontos, na segunda colocação do Mundial de Pilotos, liderado por Mark Webber, com 202. Eles são seguidos por Lewis Hamilton, com 182, Sebastian Vettel, com 181, e Jenson Button, com 177 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariStefano Domenicali

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.