Ferrari domina treino na Austrália

Foi apenas um treino livre e pode ser que nesta sexta-feira, na sessão que definirá o grid do GP da Austrália, abertura do Mundial, as novas Williams e McLaren tornem as coisas para Michael Schumacher e a Ferrari um pouco mais difíceis. Mas, nesta quinta-feira, no circuito Albert Park, em Melbourne, o alemão se impôs de novo e de forma meio assustadora. Schumacher estabeleceu o melhor tempo do dia no primeiro treino livre da prova, com 1min27s276, seguido por Rubens Barrichello, seu companheiro, 1min27s799. O que impressiona é a diferença para o adversário mais próximo da Ferrari, a Williams, com Ralf Schumacher, 1min28s821, ou nada menos de 1 segundo e 545 milésimos atrás. E tudo isso com a Ferrari F2001, campeã no ano passado. Quando a nova, F2002, estrear, provavelmente no GP de San Marino, quarta etapa do campeonato, a hegemonia da Ferrari poderá ser ainda maior. Aquele que quase todos esperam possa vir a ser um lutador duro para Schumacher vencer, o colombiano Juan Pablo Montoya, da Williams, registrou o quarto tempo, 1min28s870. São desconhecidas as condições em que cada piloto marcou seu tempo, por tratar-se de uma sessão livre. Ficou já evidente, porém, que a velha Ferrari pode ser adversária das novas Williams e McLaren. Se Schumacher era o favorito para vencer a corrida de abertura da temporada, depois do treino de desta quinta-feira essa vantagem cresceu ainda mais. Barrichello foi quem mais se aproximou do alemão, 523 milésimos, um bela marca. Felipe Massa, da Sauber, estreou com o pé direito. Não se envolveu em acidentes, o que é muito importante, depois do ocorrido no fim dos testes de inverno, quando bateu várias vezes, apesar da boa velocidade. Massa completou 35 voltas, um dos que mais andou, e na melhor conseguiu 1min29s937, bom oitavo tempo. Seu companheiro de Sauber, o veloz alemão Nick Heidffeld, ficou em quinto, 1min29s572, menos de quatro décimos de segundo melhor. Massa nunca havia guiado no circuito Albert Park. O outro brasileiro, Enrique Bernoldi, da Arrows, treinou pouco porque seu carro o deixou a pé no início da sessão da tarde. Terminou em 21.º, com 1min32s912. O finlandês Kimi Raikkonen, estreante na McLaren, foi mais rápido que o experiente David Coulthard. Kimi marcou 1min29s875, sétimo, contra 1min30s312 do escocês, o 11.º.

Agencia Estado,

01 Março 2002 | 00h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.