Ferrari é perfeita nos boxes e dá a vitória a Alonso no GP da Itália

Espanhol conseguiu ultrapassar Button após rápida troca de pneus; Massa chegou na 3ª posição

Eric Akita, do Estadão.com.br,

12 de setembro de 2010 | 10h20

Alonso consegue ultrapassar Button na curva após o retão depois de sair dos boxes

 

SÃO PAULO - Em um fim de semana perfeito para a fanática torcida italiana, o piloto espanhol Fernando Alonso, que conseguiu ultrapassar Jenson Button após um ótimo trabalho da Ferrari na troca de pneus, venceu o Grande Prêmio da Itália, em Monza. Felipe Massa, que fez uma prova bastante regular, chegou em terceiro lugar.

Veja também:

'Foi uma das vitórias mais impactantes da minha vida', diz Alonso

 

Rubens Barrichello chegou em décimo lugar e Lucas di Grassi na vigésima posição. Bruno Senna, com problemas em seu carro, abandonou a prova na 13ª volta.

 

Com a vitória, Alonso chegou aos 166 pontos e ocupa a terceira colocação, atrás de Lewis Hamilton (182), que abandonou a prova na Itália ainda na primeira volta, e de Mark Webber (187), que assumiu a liderança do campeonato ao chegar na sexta colocação.

 

A prova

 

Na largada, Button explorou bem a freada no final do retão para tirar a primeira posição de Alonso. O espanhol ainda teve trabalho para defender a segunda colocação, chegando a se tocar com Massa ainda na primeira volta da prova. Quem não "sobreviveu" à intensa batalha por posições na largada foi o então líder do campeonato Lewis Hamilton, que teve uma suspensão dianteira quebrada ao tocar no carro de Massa.

 

Nas voltas seguintes, Button, Alonso e Massa impõem um ritmo forte e abrem grande vantagem em relação aos outros pilotos, protagonizando uma disputa particular e acirrada pela ponta. Antes da troca de pneus, Button pisa fundo e faz as voltas mais rápidas da prova, mas ainda seguido de perto de Alonso. Massa, que perdeu a traseira de sua Ferrari em uma curva, se desgruda dos líderes.

 

Na 37ª volta, Button entra nos boxes para a troca de pneus. Na volta seguinte, Alonso também para. Em um trabalho perfeito da equipe Ferrari, o espanhol faz uma rápida parada e consegue ultrapassar de maneira ousada e impressionante o então líder Button no final do retão, dando o troco da largada. Massa também é beneficiado pela rapidez da Ferrari na troca de pneus e deixa os boxes mais próximo de Alonso e Button.

 

Com sua Ferrari equilibrada, Alonso acelera, mantendo tranquila vantagem sobre Button, e cruza a linha de chegada em primeiro lugar, para delírio da torcida italiana no circuito de Monza.

 

Classificação final do GP da Itália:

1. Fernando Alonso (Ferrari) 1hr 16mins 24.572segs

2. Jenson Button (McLaren) +00:02.938

3. Felipe Massa (Ferrari) 00:04.223

4. Sebastian Vettel (RedBull - Renault) 00:28.196

5. Nico Rosberg (Mercedes) 00:29.942

6. Mark Webber (RedBull - Renault) 00:31.276

7. Nico Huelkenberg (Williams - Cosworth) 00:32.812

8. Robert Kubica (Renault) 00:34.028

9. Michael Schumacher (Mercedes) 00:44.948

10. Rubens Barrichello (Williams - Cosworth) 01:04.213

11. Sebastien Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 01:05.056

12. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 01:06.106

13. Vitaly Petrov (Renault) 01:18.919

14. Pedro de la Rosa (BMW Sauber - Ferrari) 1 volta

15. Jaime Alguersuari (Toro Rosso - Ferrari) 1 volta

16. Adrian Sutil (Force India - Mercedes) 1 volta

17. Timo Glock (Virgin - Cosworth) 2 voltas

18. Heikki Kovalainen (Lotus - Cosworth) 2 voltas

19. Sakon Yamamoto (HRT - Cosworth) 2 voltas

20. Lucas Di Grassi (Virgin - Cosworth) 3 voltas

* Jarno Trulli (Lotus - Cosworth) 7 voltas

* Bruno Senna (HRT - Cosworth) 42 voltas

* Lewis Hamilton (McLaren) 53 voltas

* Kamui Kobayashi (BMW Sauber - Ferrari) 53 voltas

 

* não completaram a prova

Tudo o que sabemos sobre:
formula 1monzaitaliaalonsobuttonmassa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.