Ferrari fala em três dobradinhas para dar título a Massa

Piloto brasileiro precisa da ajuda do companheiro Kimi Raikkonen para ser campeão mundial de Fórmula 1

Agencia Estado

29 de setembro de 2008 | 11h39

A Ferrari traçou uma meta ambiciosa para as próximas três etapas do Mundial de Fórmula 1. O chefe da equipe, Stefano Domenicali, afirmou que a escuderia tem condições de fazer dobradinhas nos GPs de Japão, China e Brasil, o que garantiria o título a Felipe Massa e o primeiro lugar na disputa de construtores.Veja também:Ferrari vai analisar problema no pitstop de MassaApesar dos problemas, presidente da Ferrari elogia Massa Massa admite: não era para ir bem em CingapuraAlonso surpreende e vence GP com trapalhada da Ferrari Fórmula 1 - Classificação Confira os batidores da F-1 no blog do Lívio Oricchio O "GP trapalhão" da Ferrari"Faltam três corridas para o final e vamos para essas provas pensando em fazer dobradinhas. Temos potencial para fazer isso, então nosso alvo é muito claro", afirmou o dirigente.Para alcançar a meta, a Ferrari precisa repetir nas três últimas etapas o que fez em todas as 15 até o momento. Até o GP de Cingapura, foram apenas três dobradinhas - no Bahrein e na França, com Massa vencedor, e na Espanha, com Kimi Raikkonen à frente.O finlandês, aliás, já é considerado oficialmente o segundo piloto e terá de ajudar Massa em caso de necessidade. "Estou bastante certo de que ele sabe o que precisa fazer. Ele vai se esforçar porque faz parte da equipe, não tenho a menor dúvida disso", afirmou Domenicali.Após 15 etapas disputadas, Felipe Massa tem 77 pontos no Mundial e esta sete atrás de Lewis Hamilton, líder com 84. Raikkonen é apenas o quarto, com 57 pontos. Na disputa de construtores, a McLaren soma 135 pontos contra 134 da equipe italiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.