Ferrari impõe silêncio a Barrichello

Em Maranello, o assessor de imprensa da Ferrari, Bernd Fisa, confirmou nesta terça-feira que Rubens Barrichello foi orientado a não conversar com a imprensa brasileira até dia 28, quando está programada, para São Paulo, uma entrevista coletiva com os dois pilotos da equipe. "Tanto Jean Todt quanto Ross Brawn já responderam sobre as críticas de Rubens ao comportamento de Michael na Malásia", disse ele nesta terça-feira. Todt considerou normal a reação de Rubinho, por se sentir atingido ao ver o companheiro, mais veloz, ultrapassá-lo. Já Brown comentou que houve um mal-entendido e que não havia ordem da equipe para Schumacher não ultrapassá-lo quando a chuva caía forte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.