Ferrari reconhece erro aerodinâmico

Até agora, com 16 provas disputadas, a direção da Ferrari, apesar de discreta, não deixou de atribuir à pouca eficiência dos pneus Bridgestone a sua péssima temporada, este ano. Nesta quinta, porém, o diretor-técnico da equipe, Ross Brawn, reconheceu, pela primeira vez, que os problemas de Michael Schumacher e Rubens Barrichello não se resumem, apenas, aos pneus. ?O desempenho aerodinâmico do F2005 não é o que esperávamos?, afirmou. Rory Byrne, projetista dos modelos que levaram Schumacher a conquistar os 5 últimos títulos mundiais, deixará a Ferrari no fim do ano e o F2005 foi apenas supervisionado por ele. O carro tem a assinatura de Aldo Costa, seu imediato. O resultado não foi o mesmo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.