Mark Ralston/AFP
Mark Ralston/AFP

Ferrari se anima em saber que Hamilton poderia estar disponível em 2021

Leclerc tem contrato com a equipe até depois deste período, enquanto Vettel poderia deixar a escuderia ou até se aposentar

Reuters, Reuters

29 de novembro de 2019 | 20h30

O diretor da Ferrari Mattia Binotto derramou elogios a Lewis Hamilton nesta sexta-feira, alimentando especulações de que a equipe italiana poderia tentar contratar o hexacampeão mundial de Fórmula 1 para 2021.

"Lewis é certamente um piloto excepcional, um piloto fantástico", disse Binotto a repórteres no GP de Abu Dhabi, encerramento da temporada, quando perguntado se gostaria de contar com o britânico da Mercedes.

"Saber que ele está disponível em 2021 pode nos deixar felizes. Mas, honestamente, é muito cedo para qualquer decisão, por isso estamos felizes com os pilotos que temos no momento e acho que certamente em um estágio da próxima temporada começaremos a discutir e entender o que fazer", acrescentou.

Hamilton, como vários outros pilotos, incluindo o tetracampeão da Ferrari Sebastian Vettel e Max Verstappen, da Red Bull, ficarão sem contrato no final de 2020. Isso aumenta o potencial de uma grande mudança no mercado de pilotos no próximo ano. Charles Leclerc está comprometido depois de 2020, mas há especulações de que Vettel possa deixar a equipe italiana ou até se aposentar.

Hamilton, de 34 anos, conquistou o campeonato deste ano há duas corridas no Grande Prêmio dos EUA e disse que sua decisão de permanecer na Mercedes dependeria do que o chefe da equipe Toto Wolff decidir fazer. O austríaco tem sido apontado como possível substituto para o chefe executivo da Fórmula 1, Chase Carey.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.