Ferrari sob pressão em San Marino

O clima de festa e a certeza de outra vitória fácil, experimentados por Michael Schumacher, Rubens Barrichello e a Ferrari, ano passado, nos dias que antecederam o GP de San Marino, em Ímola, Itália, deu lugar nesta temporada a realidade bem distinta. Tanto o piloto alemão quanto sua equipe se apresentam para a prova, a próxima do Mundial, dia 20, sob enorme pressão, por aquilo que não havia em 2002: ausência de resultados, exatamente o que sobra à McLaren. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.