FIA ameaça punir a equipe Arrows

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, enviou nesta quinta-feira uma carta ao dono da Arrows, Tom Walkinshaw, ameaçando suspender a equipe de três corridas do Mundial de Fórmula 1. Tudo por causa do papelão da Arrows no GP da França, disputado no último domingo. Em Magny-Cours, a equipe obrigou seus pilotos (o brasileiro Enrique Bernoldi e o alemão Heinz-Harald Frentzen) a marcarem tempos abaixo do permitido para conseguir um lugar no grid de largada da prova. Assim, eles não poderiam ser punidos e também não participariam da corrida, numa medida para tentar diminuir a crise financeira.A FIA entrou em campo para evitar que essa história da Arrows se repita no GP da Alemanha, que começa a ser disputado nos treinos desta sexta-feira, no circuito de Hockenheim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.