FIA convoca assembléia do caso Mosley para junho

Esta será a data para que o presidente decida, com o conselho da entidade, se fica ou sai do cargo

Ansa

09 de abril de 2008 | 14h12

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) convocou para o próximo dia 3 de junho uma assembléia extraordinária para discutir o escândalo envolvendo o presidente da federação, Max Mosley, gerado pela publicação de fotos e vídeos de uma orgia com tema nazista realizada por ele. No decorrer da assembléia, Mosley, segundo ele próprio propôs, será submetido a um voto de confiança.Veja também: Juiz nega pedido de Mosley para retirar vídeo de orgia de site"A FIA confirma que o Senado aprovou de forma unânime a proposta de seu presidente de convocar uma assembléia extraordinária após as recentes notícias da imprensa sobre sua vida particular. A assembléia irá ocorrer no próximo dia 3 de junho em Paris e compreenderá um voto de confiança com votação secreta", ressaltou a FIA em uma nota publicada em seu site.Muitas federações nacionais e grandes empresas automobilísticas chegaram até a pedir a demissão de Mosley devido ao escândalo.

Tudo o que sabemos sobre:
FIAMax MosleyFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.