FIA espera contar com Prost em 2002

Max Mosley, presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), afirmou, neste sábado, em Praga, que espera ver a equipe do francês Alain Prost, que enfrenta sérios problemas financeiros, na temporada 2002 da Fórmula 1. Para Mosley, a falta de um bom patrocinador é o principal problema do time.Um tribunal de Versalhes nomeou um administrador judicial para dirigir a empresa e deu um prazo de seis meses para que se encontre um comprador, evitando, assim, a quebra da escuderia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.