FIA mantém pontos de Jarno Trulli

O departamento técnico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) concluiu nesta terça-feira que não houve irregularidades no carro do italiano Jarno Trulli (Renault), quarto colocado no GP de Mônaco de F-1, disputado no último domingo. O resultado obtido pelo italiano estava sub-judice. Os fiscais da FIA suspeitavam de irregularidades no programa de computador do carro, mas após a verificação feita hoje concluíram que o sistema estava dentro das normas definidas pela entidade.Com isso, as esperanças de Rubens Barrichello ganhar pelo menos um ponto no GP de Mônaco desapareceram. Sétimo colocado na prova, Rubinho poderia ganhar uma posição e somar um ponto, caso o resultado de Trulli fosse anulado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.