FIA muda regras para voltas de classificação na F-1

A partir do próximo GP, no Bahrein, existirá um tempo mínimo de volta nas sessões, para evitar problemas

EFE

23 de março de 2008 | 05h25

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) solicitou mudanças em um terço da sessão de classificação dos Grande Prêmios de Fórmula 1, para evitar incidentes como o ocorrido no sábado, com carros rodando a muito baixa velocidade na pista e outros fazendo sua volta. A partir de agora, haverá um tempo mínimo. Quem exceder isso, será punido.Na sessão de classificação de sábado os pilotos da McLaren foram sancionados pelos comissários esportivos do Grande Prêmio da Malásia com a perda de cinco postos no grid de largada, por ter  atrapalhado em sua volta rápida o espanhol Fernando Alonso (Renault) e o alemão Nick Heidfeld (Sauber).O finlandês Heikki Kovalainen e o inglês Lewis Hamilton, que já tinham completado sua volta rápida se dirigiam a "muito baixa velocidade e pela trajetória", indica a sentença dos comissários, para economizar assim gasolina para a corrida. O motivo de impor um tempo mínimo por volta, não é só porque pode incomodar outros em sua volta, mas pelo perigo potencial que existe ao rodar os carros a velocidades tão diferentes, que poderiam encontrar-se em algumas zonas dos circuitos cegas ou de difícil visão.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.