FIA não cede pressões e mantém regras

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Max Mosley, garantiu nesta quinta-feira em entrevista coletiva no circuito de Ímola, local do Grande Prêmio de San Marino, no domingo de Páscoa, que não vai ceder as pressões das equipes para alterar o novo regulamento da categoria, porém, permitiu o uso de sistemas eletrônicos até o final da temporada. ?O controle de saída e o câmbio automáticos e o controle de tração têm os seus dias contados até o final desta temporada?, frisou.O homem-forte da FIA aproveitou a ocasião para comentar o acidente do espanhol Fernando Alonso, da Renault, no GP do Brasil. ?Quando há bandeiras amarelas é preciso tirar o pé do acelerador e reduzir a velocidade, seja qual for o ponto do circuito onde o piloto esteja?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.