FIA não pune Schumacher nem Alonso

Não deu em nada a reunião do diretor de prova, Charlie Whiting, com os pilotos, nesta sexta-feira, no fim da tarde. Conforme o presidente da FIA, Max Mosley, havia afirmado quinta-feira, Michael Schumacher e Fernando Alonso poderiam ser punidos por não respeitarem a bandeira amarela no GP do Brasil. Não houve punições, mas isso não significa que a história para os dois tenha acabado. A FIA ainda pode no mínimo adverti-los publicamente e colocá-los sob observação. Na próxima, poderão largar dez posições atrás no grid ou mesmo serem suspensos de uma etapa do Mundial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.