David Mdzinarishvili/ Reuters
David Mdzinarishvili/ Reuters

FIA vai reavaliar batida e Vettel pode sofrer punição mais dura na F-1

Alemão havia sido penalizado com uma parada de dez segundos nos boxes

O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2017 | 16h14

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira que vai reexaminar a batida do alemão Sebastian Vettel no inglês Lewis Hamilton ocorrida no GP do Azerbaijão de Fórmula 1, no domingo passado. Com a decisão, a entidade abriu a possibilidade de aplicar punição mais severa ao alemão, que lidera o campeonato.

Vettel havia sido punido com uma parada de dez segundos nos boxes, ainda durante a corrida disputada na cidade de Baku. Especialistas criticaram a decisão, que seria branda demais. O alemão recebeu a sanção por ter batido na traseira de Hamilton quando os carros estavam andando enfileirado, a baixa velocidade, sob o safety car.

Na sequência, Vettel mostrou irritação, culpando Hamilton pelo toque, e emparelhou ao lado da Mercedes do inglês. Em seguida, jogou sua Ferrari sobre o rival, batendo pneu com pneu. O alemão alegou que Hamilton teria desacelerado de forma repentina, induzindo-o ao choque na traseira.

No início da semana, dados de telemetria mostraram que Hamilton não teria desacelerado repentinamente ou não teria freado momentos antes da colisão. Com base nestas informações, a FIA decidiu reavaliar a punição aplicada pelos comissários durante a corrida.

"A FIA vai examinar novamente as causas do incidente com o objetivo de avaliar se novas ações serão necessárias", disse a entidade, em nota. A decisão será anunciada na próxima segunda-feira, no início da semana do GP da Áustria, que será disputado no dia 9 de julho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.