Divulgação / F3 Europeia
Divulgação / F3 Europeia

Filho de Schumacher entra para academia de jovens pilotos da Ferrari

Mick Schumacher terá companhia de outras seis promessas do automobilismo, entre elas os brasileiros Enzo Fittipaldi e Gianluca Petecof

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de janeiro de 2019 | 14h28

O alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher, assinou neste sábado um contrato com a Ferrari Driver Academy (Academia de Pilotos da Ferrari), que treina jovens pilotos para um futuro na elite do automobilismo.

"A Ferrari Driver Academy anuncia que assinou um contrato com o campeão da Formula 3 Europe 2018, Mick Schumacher. Mick, que em 2019 vai correr no campeonato de Fórmula 2, a partir da próxima semana vai trabalhar com seus colegas na FDA nas atividades de preparação da pré-temporada", segundo nota oficial divulgada pela Ferrari.

Por mais que seja inevitável a comparação com o pai, Mick chega à equipe com o objetivo de construir o seu próprio caminho dentro do automobilismo. "Estou muito feliz por ter chegado a um acordo com a Ferrari. É mais do que óbvio que a Ferrari tem um grande lugar no meu coração desde que nasci e também nos corações da minha família. Então, também estou satisfeito num nível pessoal por esta oportunidade", afirmou o garoto, que completará 20 anos em março.

O chefe Mattia Binotto faz questão de garantir que não é pelo nome que o jovem merece um lugar no plantel, mas sim pelo seu talento. "Para mim, que o vi nascendo, tem um significado emocional em particular receber Mick na Ferrari, mas nós o escolhemos pelo talento e por sua qualidade humana e profissional", disse.

Os pilotos do FDA moram no Maranello Village, onde contam com treinos físicos, mentais, psicológicos e sessões no simulador. O alemão de 19 anos é o atual campeão da Fórmula 3.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.