Fogaça perde pole da Truck para Totti

Djalma Fogaça, que havia feito a pole no autódromo de Londrina, no Paraná, acabou desclassificado hoje à noite, "por excesso de fumaça" junto com mais qautro pilotos. Ele, Beto Napolitano, Luiz Carlos Zapelini, José Maria Reis e Adílson Magalhães largam no fim do grid. Assim, a pole para a quinta etapa da Fórmula Truck hoje ficou para Leandro Totti, da Ford, que havia feito 1min40s277, segundo tempo no treino de classificação. A prova tem largada às 14h e transmissão da RedeTV!. São poucos os caminhões com sistema eletrônico. Assim, o excesso de fumaça aparece porque o bico da bomba injetora é mais aberto, para alimentar o motor com mais diesel e o caminhão ter mais potência. Há um treino "de fumaça", sem tomada de tempo, só para os comissários acompanharem os caminhões correndo na pista. Fumaça além do normal acusa a abertura do bico da bomba injetora fora do regulamento. Fogaça abriu a boca: "É sacanagem. Não sou contra a desclassificação por causa de fumaça, mas o critério é muito subjetivo. O caminhão do Totti tinha muito mais fumaça, mas não desclassificaram porque ele está correndo em casa. O do Vignaldo Fizio (que largará na segunda posição) também, mas não desclassificaram porque o Cirino quebrou a perna e já não teria um caminhão da Mercedes. Tem de ter mais seriedade nisso. E me desclassificaram porque falo mesmo. Sou bocudo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.