Force India anuncia mexicano como piloto de desenvolvimento para 2016

Com o Mundial de Fórmula 1 já decidido e em sua reta final, as equipe já fazem o planejamento para 2016. A Force India, por exemplo, aproveitou a quinta-feira para anunciar seu novo piloto de desenvolvimento para o ano que vem. Será o mexicano Alfonso Celis, de apenas 19 anos.

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2015 | 13h01

Celis pilotará um carro de Fórmula 1 pela primeira vez já no início de dezembro, no dia 1º, quando realizará um teste em Abu Dabi. No entanto, será mesmo em 2016 que o jovem piloto será aproveitado, com participação prevista em sete sessões de treinos da próxima temporada. Além disso, ele será responsável por alguns testes nos simuladores.

"Gostaria de dar as boas-vindas a Alfonso e desejar sorte diante de sua estreia conosco em Abu Dabi", disse o chefe da Force India, Vijay Mallya. "Como nosso piloto de desenvolvimento, vamos trabalhar duro para prepará-lo para os trabalhos de pilotar na Fórmula 1 e evoluir em todas as áreas de trabalho. É uma incrível oportunidade para Alfonso aprender com Sergio (Pérez) e Nico (Hulkenberg) e conseguir boa rodagem com o carro."

Celis passou pela Fórmula Renault e pela Fórmula 3 antes de chegar na GP3, na qual conseguiu seu primeiro pódio em 2015, em agosto, na Bélgica. Agora, o jovem mexicano terá a sua primeira oportunidade na principal categoria do automobilismo e não pretende desperdiçá-la.

"Desde que comecei a pilotar, sempre sonhei com a Fórmula 1, então é uma grande honra começar a trabalhar na Force India", disse o piloto. "É uma incrível oportunidade para eu aprender sobre a Fórmula 1 e trabalhar com os engenheiros e pilotos titulares. Estar na pista em Abu Dabi será incrível. Será o maior momento da minha carreira e estou totalmente focado em fazer um bom trabalho para a equipe."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Force IndiaAlfonso Celis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.