Divulgação
Divulgação

Force India anuncia que usará túnel de vento da Toyota em 2015

Escuderia acredita que mudança ajudará no desenvolvimento aerodinâmico dos seus carros e será ainda mais competitiva

Estadão Conteúdo

04 de dezembro de 2014 | 10h01

A Force India anunciou oficialmente nesta quinta-feira que desistiu de usar o seu próprio túnel de vento para utilizar o equipamento da Toyota, que é considerado um dos melhores do mundo e fica em Colônia, na Alemanha. A decisão, confirmada por meio de um comunicado, foi destacado pela equipe como "uma das mais significativas de sua história" para continuar em evolução no cenário da Fórmula 1.

A escuderia baseada em Silverstone acredita que, ao passar a usar o túnel de vento da fabricante japonesa, irá crescer no desenvolvimento aerodinâmico dos seus carros e se tornar ainda mais competitiva, depois de ter terminado o Mundial de Construtores deste ano na sexta posição, apenas 26 pontos atrás da McLaren, e com Nico Hülkenberg e Sergio Pérez nas respectivas nona e décima colocações no Mundial de Pilotos.

"A decisão de usar as instalações da Toyota em Colônia é um indicativo de nossas ambições de continuarmos como uma força competitiva na Fórmula 1", afirmou Vijay Mallya, chefe da Force India, que depois enfatizou: "Essa é uma das mais significativas decisões de nossas história e nos dá acesso ao que é considerado um dos melhores túneis de vento do mundo".

O túnel de vento da Toyota já vem sendo utilizado pela Ferrari e pela Caterham na F-1 e a Force India agora espera poder se beneficiar dele, embora tenha enfatizado nesta quinta-feira que não irá abandonar o uso do seu equipamento, que seguirá "disponível para clientes externos".

Em evolução nas últimas temporadas, a Force India chegou a comemorar um terceiro lugar conquistado por Pérez no GP do Bahrein, na terceira corrida do Mundial deste ano. A equipe, porém, não conseguiu atingir o objetivo de superar a McLaren na disputa dos construtores, o que seguirá sendo uma meta para 2015. Para isso, o time resolveu manter a dupla Hülkenberg e Pérez para a próxima temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.