Force Índia prorroga parceria com a McLaren

A Force Índia anunciou nesta sexta-feira que prorrogou até o final da temporada de 2012 a bem-sucedida parceria que tem com a McLaren para fornecimento de componentes e transferência de tecnologia. A equipe indiana comunicou também que Andrew Green, seu ex-diretor de engenharia, agora é o novo diretor técnico do time.

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2011 | 19h44

O milionário indiano Vilay Mallay, dono da Force Índia, comemorou a renovação do acordo com a equipe britânica: "A parceria com a McLaren e com a Mercedes se tornou uma das mais sucedidas relações no grid. Em 2009 nós fizemos 13 pontos, uma pole e um pódio, enquanto em 2010 nós fizemos nosso melhor campeonato da nossa história e 68 pontos no total", lembrou o empresário.

Pela parceria assinada em 2009, a McLaren fornecia caixa de câmbio e sistemas hidráulicos, enquanto a Mercedes-Benz repassava seu motor V8. Em 2010, o acordo foi ampliado e a Force Índia passou a receber todo o chassi da McLaren.

A boa temporada da Force Índia, que terminou o campeonato de 2010 na sétima posição, a um ponto da superpoderosa Williams, sexta, trouxe a Índia para a vitrine da Fórmula 1. Narain Karthikeyan, que já havia corrido em 2005 pela Jordan, volta à categoria para correr pela Hispania. O país asiático também receberá uma prova pela primeira vez em 2011.

Vilay Mallay tem um plano ambicioso: quer seu carro entre os três primeiros colocados no Grande Prêmio que será realizado en Nova Deli, no dia 30 de outubro. "Eu sempre disse que eu gostaria de ver a Force Índia no pódio no GP da Índia. E eu acredito que temos recursos, material humano e técnica para isso", afirmou o mandatário da equipe.

O campeonato de 2011 da Fórmula 1 tem início no dia 13 de março, com o Grande Prêmio do Bahrein. O GP do Brasil fecha o calendário em 27 de novembro.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Force ÍndiaMcLaren

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.