REUTERS/Francisco Guasco
REUTERS/Francisco Guasco

Mercedes surpreende, supera Red Bull e Bottas é pole no GP do México

Verstappen e Pérez falham em tentativa de volta rápida e largam em 3º e 4º, respectivamente; Hamilton sai em 2º

Felipe Rosa Mendes, Estadao Conteudo

06 de novembro de 2021 | 19h13

Na contramão das expectativas, a Mercedes superou a Red Bull neste sábado e garantiu a primeira fila no grid de largada do GP do México de Fórmula 1. O finlandês Valtteri Bottas roubou a cena e conquistou a pole position, deixando o inglês Lewis Hamilton no segundo posto. Então favorito no Autódromo Hermanos Rodríguez, o holandês Max Verstappen sairá apenas do terceiro lugar neste domingo, na Cidade do México.

Bottas vai largar da primeira posição pela terceira vez nesta temporada e pela 19ª na carreira. O finlandês marcou 1min15s875, sendo o único a correr abaixo de 1min16s até agora neste fim de semana. Hamilton, seu companheiro de Mercedes, registrou 1min16s020, logo à frente de Verstappen (1min16s225). Anfitrião do GP mexicano, Sergio Pérez, parceiro do holandês na Red Bull, completou sua melhor volta no Q3 em 1min16s342.

A "dobradinha" da Mercedes no grid surpreende porque a Red Bull dominou dois dos três treinos livres. Além disso, o time austríaco tem o carro que é considerado mais eficiente na pista mexicana. Não por acaso Verstappen venceu duas das últimas três corridas na Cidade do México. A última foi conquistada por Hamilton, em 2019.

O líder do campeonato, portanto, chegou a este fim de semana como maior favorito à vitória, que pode ser determinante para a definição do título nas próximas semanas. Ele exibe 12 pontos de vantagem sobre Hamilton. Depois do GP mexicano, a temporada terá mais quatro etapas, incluindo a brasileira, em São Paulo, no dia 14.

O treino classificatório começou com uma forte pancada de Lance Stroll no muro de proteção, sem correr maiores riscos. O piloto canadense rodou sozinho na pista, destruiu a dianteira de sua Aston Martin e causou a paralisação do Q1, a primeira sessão do treino, por 25 minutos.

Na retomada, Verstappen começou registrando tempo abaixo de 1min17s pela primeira vez neste fim de semana: 1min16s788. Mas acabou sendo superado por Bottas e Charles Leclerc no trecho final do Q1. O espanhol Fernando Alonso, o próprio Stroll, o canadense Nicholas Latifi e os carros da Haas foram eliminados nesta primeira sessão da classificação.

Mais tranquilo, o Q2 contou com uma rodada do italiano Antonio Giovinazzi, o que não chegou a paralisar a sessão. Hamilton elevou o nível e reagiu, aumentando a disputa com Verstappen. A atividade contou com as eliminações dos veteranos Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, além do próprio Giovinazzi, Esteban Ocon e George Russell.

Depois de iniciar a reação no Q2, a Mercedes começou com tudo o Q3. Bottas superou a barreira do 1min15s pela primeira vez no fim de semana ao anotar 1min15s875. E garantiu a pole position com sua grande performance. Hamilton ficou atrás por 0s145. A Red Bull acabou ficando como coadjuvante.

Verstappen não conseguiu subir um degrau na pista e teve que se contentar com o terceiro lugar no grid. Pérez, por sua vez, escapou da pista em sua última volta e perdeu a chance de brigar pela pole, assegurando o quarto lugar.

Stroll e o japonês Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, vão largar no fundo do pelotão neste domingo. Naa sexta, a F-1 anunciou punições aos dois pilotos por conta de trocas em componentes dos seus motores.

A corrida deste domingo, na 18ª etapa da temporada, tem largada marcada para as 16 horas (horário de Brasília).

Confira o grid de largada do GP do México:

1º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), 1min15s875

2º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min16s020

3º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min16s225

4º - Sergio Pérez (MEX/Red Bull), 1min16s342

5º - Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri), 1min16s456

6º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Ferrari), 1min16s761

7º - Daniel Ricciardo (AUS/McLaren), 1min16s763

8º - Charles Leclerc (MON/Ferrari), 1min16s837

9º - Lando Norris (ING/McLaren), 1min36s830

10º - Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin), 1min17s746

11º - Kimi Räikkönen (FIN/Alfa Romeo), 1min17s958

12º - George Russell (ING/Williams), 1min18s172

13º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), 1min18s290

14º - Esteban Ocon (FRA/Alpine), 1min18s405

15º - Fernando Alonso (ESP/Alpine), 1min18s452

16º - Nicholas Latifi (CAN/Williams), 1min18s756

17º - Mick Schumacher (ALE/Haas), 1min18s858

18º - Nikita Mazepin (RUS/Haas), 1min19s303*

19º - Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri), 1min17s158*

20º - Lance Stroll (CAN/Aston Martin), 1min20s873*


* Os dois pilotos sofreram punições e perderam posições no grid

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.