FIA/Divulgação
FIA/Divulgação

Fórmula 1 anuncia acordo de renovação com o Grande Prêmio de Melbourne até 2035

Tradicional prova australiana também vai receber corridas das Fórmulas 2 e 3 no calendário pela primeira vez

Redação, Estadão Conteúdo

16 de junho de 2022 | 10h07

Impressionantes 419 mil pessoas estiveram no circuito de Albert Park em 2022 para acompanhar o Grande Prêmio de Melbourne de Fórmula 1. A tradicional corrida australiana está no calendário desde 1996 e ganhou uma extensão no contrato que vigorava até 2025 para mais dez anos. A F-1 garantiu mais 10 temporadas da prova, com a inclusão da Fórmula 2 e Fórmula 3 no calendário pela primeira vez.

Com altos investimentos para melhoras no circuito, incluindo suas instalações, os responsáveis por Melbourne prometem modernizar ainda mais o paddock e o pit lane para o próximo ano, em GP ainda sem data definida.

"Estou muito feliz em confirmar que Melbourne e o circuito de Albert Park continuarão no calendário da Fórmula 1 até 2035. A corrida sempre foi a favorita dos fãs, pilotos e as equipes e Melbourne é uma cidade internacional incrível e vibrante, uma combinação perfeita para o nosso esporte", disse Stefano Domenicali, presidente e CEO da Fórmula 1.

"Este ano vimos grandes multidões e fãs apaixonados no Grande Prêmio, e estamos muito animados com o futuro na Austrália, pois nosso esporte continua a crescer. Quero agradecer ao Governo de Victoria, Daniel Andrews, Premier de Victoria e Martin Pakula, Ministro de Turismo, Esporte e Grandes Eventos por seu apoio incansável ao evento em Melbourne, bem como Andrew Westacott e Paul Little da AGPC por fazerem este já uma parceria de longo prazo segura para o futuro. Estamos todos ansiosos para voltar a Melbourne na próxima temporada com todos os nossos fãs", completou Domenicali.

Martin Pakula, Ministro do Turismo, Esporte e Grandes Eventos do Governo de Victoria, festejou o acordo: "O Grande Prêmio da Austrália nunca foi tão grande, com mais de 419.000 pessoas reunindo-se em Albert Park para a corrida deste ano. Sabemos o quanto este evento é importante para nossa economia e é por isso que entregamos a maior extensão da corrida desde que foi realizada em Melbourne."

"Este é um anúncio sensacional, simplesmente ótimo para Melbourne e Victoria. Ele se baseia em nossa rica história do esporte a motor, bem como no amor de Melbourne por grandes eventos esportivos e fornece aspiração para a próxima geração de estrelas de corrida australianas", enfatizou Andrew Westacott, CEO da Australian Grand Prix Corporation. "Estamos orgulhosos de nosso forte relacionamento com a Fórmula 1 e juntos faremos o esporte crescer na Austrália e na região Ásia-Pacífico. Todos na Australian Grand Prix Corporation esperam levar o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 a novos níveis ao longo dos próximos 13 anos."

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1automobilismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.