Fórmula 1 impulsiona aumento de prostituição em Cingapura

De acordo com a imprensa local, procura por acompanhantes aumentou 20% às vésperas da corrida

Ansa,

25 de setembro de 2008 | 21h06

O desembarque da Fórmula 1 em Cingapura, pela primeira vez na história da categoria e com uma inédita corrida noturna, provocou um aumento da prostituição na cidade.   Veja também:Pilotos devem dormir de dia para estarem dispostos  Blog do Livio Oricchio: notícias e bastidores da Fórmula 1 Faltando três dias para o grande prêmio, os pedidos por acompanhantes de luxo já mostram um aumento de 20%, informou hoje o jornal Singapore Straits Times.   Uma agência cobra 40 mil dólares locais (cerca de R$ 52 mil) para disponibilizar cinco garotas "lindas e educadas" no período de seis horas.   "Este é o melhor fim de semana do ano. Os principais clientes são gerentes de empresas ligadas a combustíveis e a assuntos financeiros", explicou Prince Wong, dono da empresa Singapore Escort Service.   The High Society Club, outra agência que oferece serviços de acompanhamentos femininos, diz que a procura cresceu 75% nestes dias que precedem a F-1.   A Singapore Model Escort's, que oferece "as mulheres mais belas e inteligentes", anuncia descontos a seus antigos clientes de 50%, para que não sejam afetados pelo aumento dos preços acarretado pela realização do evento automobilístico.   "As agências pagam a cada garota cerca de 750 euros por hora de trabalho. O importante é que sejam gentis, que divirtam o cliente e seus amigos. Nós temos mulheres de família e com diploma, ficamos com 40% do que elas recebem", explicou um dos donos da empresa, que não quis dar seu nome.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1prostituição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.