Olivier Anrigo/EFE
Olivier Anrigo/EFE

Pilotos da Fórmula 1 se despedem do francês Jules Bianchi

Massa é um dos presentes no funeral realizado nesta terça em Nice

O Estado de S. Paulo

21 de julho de 2015 | 08h41

A Fórmula 1 deu adeus nesta terça-feira a Jules Bianchi, o jovem piloto francês que morreu sexta-feira depois de passar nove meses em coma. Bianchi, de 25 anos, sofreu grave acidente no GP do Japão em outubro do ano passado. O piloto bateu em um trator que estava na área de escape da pista. Bianchi é o primeiro piloto da Fórmula 1 que sofre acidente fatal em prova desde a morte do tricampeão Mundial Ayrton Senna, em maio de 1994.

Amigos, familiares e uma série de pilotos e ex-pilotos da Fórmula 1 foram ao funeral na Catedral Sainte Reparate, em Nice, na França. Entre eles, o brasileiro Felipe Massa. Também compareceram ao funeral nomes como Sebastian Vettel, Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Ex-pilotos como Alain Prost prestaram a última homenagem a Bianchi.

O prefeito de Nice, Christian Estrosi, o presidente da FIA, Jean Todt, e o Secretário de Estado de Esportes, Thierry Braillard, compareceram a cerimônia. "A morte de Jules é profundamente injusta", disse o padre durante o funeral. "Ele foi feliz porque realizou seu sonho."


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.