França deve ficar sem nenhuma etapa da Fórmula 1 em 2009

Presidente da Federação Francesa de Automobilismo, Nicolas Deschaux, quer ajudas econômicas para a prova

EFE,

15 de outubro de 2008 | 15h56

O presidente da Federação Francesa de Automobilismo, Nicolas Deschaux, disse que o país provavelmente ficará sem sediar uma etapa da Fórmula 1 de 2009 por falta de apoio financeiro.O Grande Prêmio da França estava previsto para 28 de julho no último calendário anunciado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).No entanto, Deschaux condicionou a realização da prova a ajudas econômicas. "Caso não apareça outro promotor, a corrida não estará no calendário da FIA", afirmou.A Federação Francesa ameaçou não organizar o GP em 2008, mas a corrida acabou sendo disputada no circuito de Magny-Cours - que não agrada ao inglês Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1.Entre as muitas propostas para retornar ao calendário em 2010, a de um circuito perto da Euro Disney ganha mais força, desde que tenha financiamento. O projeto conta com o apoio do ex-campeão mundial da Fórmula 1 Alain Prost e o grupo Lagardère.Ecclestone nunca escondeu de ninguém que gostaria que o Grande Prêmio da França fosse disputado perto de Paris, pois o sucesso de público seria garantido.

Tudo o que sabemos sobre:
FIAGP da FrançaFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.