Dave Waters/AP
Dave Waters/AP

Franchitti vence em Long Beach e assume a ponta da F-Indy

Tony Kanaan, em sua 100.ª corrida na categoria, foi o terceiro; de volta às pistas, Castroneves foi sétimo

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

19 Abril 2009 | 19h53

O escocês Dario Franchitti (Chip Ganassi) está de volta às vitórias na Fórmula Indy. Ele venceu neste domingo o GP de Long Beach graças à ótima estratégia de corrida, chegando à ponta por saber aproveitar as bandeiras amarelas. Will Power (Penske) foi o segundo colocado e Tony Kanaan (Andretti Green), em sua 100.ª corrida na categoria, foi o terceiro, completando o pódio.

Veja também:

tabela Fórmula Indy - Classificação

tabela F-Indy: calendário e horários das 17 etapas

Ele dedicou a vitória à esposa, a atriz Ashley Judd, que fazia aniversário. Com a vitória ele assume a liderança do campeonato, com 84 pontos. Power, que só deve correr agora nas 500 milhas de Indianápolis, é o vice, com 69. O terceiro é Ryan Briscoe (Penske), com 67, e Kanaan está em quarto, com 65. A F-Indy, agora, volta aos ovais: o próximo GP (terceira etapa) é o do Kansas, no domingo que vem.

NA PISTA

Com calor e sol intensos (36ºC de média nas quase duas horas de corrida), os pilotos fizeram uma corrida conservadora, principalmente nas primeiras vinte voltas. Poucas ultrapassagens e muito próximos uns dos outros, os pilotos tentaram prolongar o tempo de pista antes da primeira parada, motivados pelo desgaste físico devido à forte ondulação da pista, um circuito misto de rua, e pelo fato da maioria largar com pneus moles (com faixa vermelha), que se desgastam rapidamente.

A estrela da corrida foi a americana Danica Patrick (Andretti Green). Largou em 20.º lugar e, graças às bandeiras amarelas - subindo de posições com as paradas dos rivais - e algumas poucas ultrapassagens, foi subindo de posições e na metade da prova chegou ao segundo lugar.  Lá ficou até a volta 52, quando entrou nos boxes e conseguiu voltar à frente do pole position Will Power, então líder com sua nova Penske, n.º 12. Ele a ultrapassou em duas voltas.

O brasileiro Mario Moraes (KV) acabou sendo o responsável por devolver a emoção à corrida. Ao bater por entrar muito forte em uma curva no trecho interno da pista, forçou uma bandeira amarela que terminou a cinco voltas do fim. Não voltou à corrida, mas terminou em 19.º pelo fato do japonês Hideki Mutoh, após bater e ficar várias voltas parado nos boxes, ainda voltar à corrida. Com todos embolados, Kanaan teve a chance de encostar em Power e brigar até o fim pela segunda posição, mas não teve sucesso.

Helio Castroneves (Penske), em sua volta à categoria após a absolvição do julgamento por evasão de divisas nos EUA, alternou bons e maus momentos e terminou em sétimo lugar, visivelmente cansado. Logo atrás dele veio Raphael Matos (Luczo Dragon), que chegou a ser o segundo colocado e até líder da prova. Vitor Meira (A.J.Foyt) bateu na última volta, nas últimas curvas, foi só o 14.º colocado.

NOTAS DA CORRIDA

Mike Conway (Dreyer & Reinbold) brigou o quanto pôde com seu carro. Rodou e bateu cinco vezes, tendo de parar de vez na volta 55 +++ Graham Rahal (Newmann-Hass) atingiu um mecânico - que só machucou a mão direita - no reabastecimento uma volta depois, por problema na mangueira de metanol +++ Alex Tagliani (Conquest) também teve problemas com a mangueira de combustível, que travou na retirada +++ Ryan Briscoe (Penske) liderava o campeonato e fez uma grande barbeiragem: atingiu o campeão Scott Dixon (Chip Ganassi) por trás com safety car na pista, na reta. Por causa disso, terminou lá atrás.

INDY LIGHTS

Na categoria de acesso, o vencedor foi o holandês J.R. Hildebrand. Bia Figueiredo, em quinto, foi a melhor brasileira na prova, com Mario Romancini em 24.º, e Rodrigo Barbosa, em 25.º.

FÓRMULA INDY 2009 - GP DE LONG BEACH

CLASSIFICAÇÃO FINAL (85 voltas)

1.º - Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi), 1h58min47s4658

2.º - Will Power (AUS/Penske), a 3s3182

3.º - Tony Kanaan (BRA/Andretti Green), a 4s0537

4.º - Danica Patrick (EUA/Andretti Green),  a 5s0742

5.º - Dan Wheldon (EUA/Panther), a 6s5655

6.º - Marco Andretti (EUA/Andretti Green), a 7s5900

7.º - Helio Castroneves (BRA/Penske), a 8s6332

8.º - Raphael Mattos (BRA/Luczo Dragon), a 9s4835

9.º - Robert Doornbos (HOL/Newman-Haas-Lanigan), 9s9583

10.º - Alex Tagliani (CAN/Conquest), a 13s6185

11.° - Ryan Hunter-Reay (EUA/Vision), a 15s2097

12.º - Graham Rahal (EUA/Newman-Haas-Lanigan), 15s8507

13.º - Ryan Briscoe (AUS/Penske),  a 65s1013

14.º - Vitor Meira (BRA/A.J. Foyt), a 1 volta

15.º - Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi), a 1 volta

16.º - Darren Manning (ING/Dreyer & Reinbold), a 1 volta

17.º - Stanton Barrett (EUA/Curb-Agajanian-3G), a 1 volta

18.º - Ed Carpenter (EUA/Vision),  a 3 voltas

19.º - Mario Moraes (BRA/KV), a  14 voltas

20.º - Hideki Mutoh (JAP/Andretti Green), a 25 voltas

Não terminaram a prova:

 Mike Conway (ING/Dreyer & Reinbold), volta 51, batida

Justin Wilson (ING/Dale Coyne), volta 24, batida

E.J. Viso (VEN/HVM), volta 16, batida

Mais voltas na liderança: Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi), 51 voltas

Volta mais rápida: Ryan Briscoe (AUS/Penske), 71s2582, na volta 83

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.